segurança

segurança

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Chapadinha Comemora o Centenário de Amélia Almeida

A professora Amélia Almeida, símbolo da educação de Chapadinha e responsável pela formação de seguidas gerações, comemoraria 100 anos no dia 31 de julho.

Para marcar a data ex-alunos e familiares estão organizando um grande evento. A programação inclui uma Missa em ação de graça, recreação e atividades culturais para os atuais alunos da escola que leva o mesmo nome da fundadora e uma reunião aberta a todos para homenagens, discursos, orações e depoimentos sobre a professora Amélia Almeida.

De acordo com a organizadora do encontro e neta da homenageada, Andréa Almeida, o ponto alto de toda a programação será a realização de uma ação social em benefício de toda a população. “Queremos realizar diversas ações para a população e neste momento estamos precisando de voluntário”, ressaltou Andréa.

A organização avisa ainda que haverá reunião preparatória no próximo dia 29 de maio e quem desejar ajudar pode entrar em contato com direção da escola para obter maiores informações.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Relatório Contra Gestão da Saúde é Aprovado

O governo municipal acaba de ser derrotado na votação do Relatório de Gestão Financeira do exercício 2009 do Conselho Municipal de Saúde. Uma oposição bem articulada e a base governista excessivamente confiante pelos resultados anteriores acabaram por produzir o resultado de 10 a 8 votos pela aprovação de um relatório que mesclava reclames importantes e necessários com denuncias com puro viés de combate ao governo.

Alguns conselheiros ainda questionam a legalidade da votação que pode terminar sendo decidida na justiça. A aprovação do Relatório pode trazer sérias conseqüências para a saúde uma vez que até verbas poderão deixar de vir para Chapadinha.

Avenida Ataliba Recebe Asfalto


Conforme o blog Informou o asfaltamento da Avenida Ataliba Almeida teve início ontem (28). A expectativa, segundo o secretário-adjunto de obras do município, Reginaldo Marinho, é de que até hoje o asfaltamento da primeira etapa da obra seja concluído.

Foto: Willian Fernandes

Calouros do CCAA participam de debate sobre pesquisa e iniciação científica.

Alunos do 1º período do Centro de Ciências Agrárias e Ambientais da Ufma (CCAA) participaram ontem (27) de uma mesa redonda com os professores Lívio Martins e José Torres, do curso de Zootecnia, sobre o perfil do pesquisador e as relações entre pesquisa e iniciação científica. O evento contou ainda com a participação do farmacêutico e mestrando em ciências da Saúde da UFMA, Aramis Silva dos Reis, de São Luís, que falou sobre sua experiência como bolsista de iniciação científica.

A palestra ocorreu no auditório do CCAA e foi organizada pela direção do Centro, em parceria com a Fapema. “Procuramos mostrar quais as motivações que fazem o aluno se inserir no campo da pesquisa”, explicou José Torres, médico veterinário e doutor em reprodução animal. Torres – que discorreu também sobre elaboração de hipóteses, delineamento de experimentos e pesquisa aplicada – recomendou aos estudantes que lessem bastante, pois “a leitura é um dos requisitos básicos para ser um bom pesquisador”.

Em seguida, o professor Lívio Martins apresentou dados gerais sobre o Campus de Chapadinha e sobre o estado atual da pesquisa no Brasil. Segundo ele, o Centro atualmente conta com 54 professores, sendo 27 mestres e 27 doutores. Com a aprovação do DINTER (Doutorado Iterinstitucional) entre a UFMA e a Unesp (Universidade Estadual Paulista), Campus de Jaboticabal, a perspectiva é de ampliar de 50% para mais de 90% o número de professores com doutorado no CCAA.

O professor Lívio Martins explicou ainda aspectos específicos sobre pesquisa e iniciação científica, tais como fontes de financiamento, órgãos de fomento (Capes e CNPQ), etc. “Queremos, com isso, incentivar os calouros a buscar desde cedo o caminho da pós-graduação e da iniciação científica. Assim poderemos ter bons profissionais no futuro”, declarou. Lívio Martins possui doutorado em parasitologia e leciona no Campus de Chapadinha as disciplinas Biologia Parasitária e Parasitologia aplicada à Zootecnia.

Para a aluna Suanne Costa do Carmo, caloura do curso de Zootecnia, a palestra foi muito importante para esclarecer dúvidas e trazer informações novas a respeito da iniciação científica e da pós-graduação. “Achei muito bom, pois aprendi coisas sobre pesquisa que até então não sabia”, disse.

Fonte: Ivandro Coêlho CCAA/UFMA

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Imprensa Local Ganha Dois Novos Veículos


Além da volta do jornal Folha do Baixo Parnaíba, a mídia de Chapadinha deve ganhar dois novos veículos em breve. Pelo menos um jornal impresso e uma emissora de televisão são esperados para os próximos dias.

O jornal impresso foi anunciado por Souza Neto que deve substituir o “Kgueta” pelo Jornal de Chapadinha. Souza Neto adota uma linha equilibrada com relação ao confronto entre situação e oposição locais.

A emissora de TV seria uma afiliada à rede Record, sob o comando do jornalista Antenor Ferreira, corrosivo crítico de Magno e Danúbia, que deixou o grupo Leal e Associados (Band – SBT) para encarar o novo desafio.

Por trás da TV Record estaria o superintendente jurídico da Secretaria de Educação do Estado, advogado Erik Marinho, que tem pretensões políticas para 2012.

De uma forma ou de outra independente da linha editorial adotada a chegada destes dois veículos torna a mídia local ainda mais forte e capaz de suprir uma população que merece receber informação de diferentes pontos de vista.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Previsíveis


Relembrem o que escrevi em janeiro sobre uma manifestação da oposição sobre a polêmica Avenida Ataliba Vieira. Em seguida reproduzo uma matéria do jornalista Antenor Ferreira (blog Interligado). Depois volto.

Carta de Seguro da Oposição (blog do Alexandre, 23 de Janeiro 2010)
Depois que a prefeita Danúbia anunciou o início da obra da Avenida Ataliba Vieira um grupo de empresários ligados à oposição municipal tenta tirar uma Carta de Seguro convocando uma manifestação clamando por melhorias na via.

A intenção é diminuir os ganhos políticos de Danúbia e Magno com a obra de impacto. Faz-se um evento reivindicatório para afirmar que as melhorias só vieram depois da pressão, para que os esforços da prefeita sejam creditados a eles.

Resta saber quem vai servir de massa de manobra para o protesto marcado para esta segunda-feira, 25, e se a população vai engolir esse engodo.

É bom recordar a luta de um povo! (blog Interligado de Antenor Ferreira, hoje, 27 de abril de 2010)

Chapadinha está cansada, há tempos vem clamando por dias melhores. Inúmeros foram os atos e manifestações visando sensibilizar o poder público quanto à catastrófica situação em que vivemos. Um retrato da era Magno Bacelar e sua gestora Danúbia Carneiro.Um dos momentos mais marcantes e que mostrou a total insatisfação da população Chapadinhense com o atual governo, foi à grande manifestação organizada por pessoas da sociedade civil organizada e empresários locais que paralisou a destruída e abandonada Ataliba Vieira de Almeida.”

Voltei
Em outra matéria Antenor (veja link neste blog) admite que há muitas obras na cidade, mas questiona se elas não seriam fruto suas cobranças. Eu tinha ou não tinha razão?

Avenida Ataliba Pronta Receber Asfalto


A primeira parte da Avenida Ataliba Vieira já está pronta para receber asfalto. Durante o final de semana, o trecho que vai do posto Vemasa até as proximidades do Afonso Bar passou pela imprimação que é a etapa conhecida por “queimado”.

Segundo o secretário-adjunto Reginaldo Marinho (Obras) o asfalto deve começar a ser aplicado no local ainda hoje. Também de acordo com Reginaldo, o plano de execução da obra foi previsto para ser desenvolvido em quatro etapas, perfazendo uma média de um quilômetro de cada vez, até chegar á entrada da cidade (na altura do posto Pinheirão), de modo a gerar o mínimo de transtornos aos moradores e comerciantes da área.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Humor do Sacristão

Fazer troça com a conduta geral dos políticos daqui e ou de alhures até que é fácil. Difícil mesmo é extrair humor da crônica diária do envolvimento de religiosos com a pedofilia. Ainda mais porque toda essa avalanche de abusos mexe com a fé e a vocação de muita gente digna.

domingo, 25 de abril de 2010

Notícias do Domingo

A Folha Vai Voltar
Estamos preparando a volta do Jornal Folha do Baixo Parnaíba. Com análises políticas, debates, humor, reportagens especiais e focada em tudo que acontece na região a Folha volta a circular a partir do dia 30 deste mês. Aguardem!

Parecer da Minoria
Um parecer técnico sobre a gestão da saúde em 2009 está sendo divulgado como se fosse a visão do Conselho de Saúde sobre o tema. Na verdade a peça representa o pensamento de alguns conselheiros que têm constituído minoria no órgão. Os principais pontos questionados já foram inclusive respondidos por técnicos da secretaria na última reunião. Trataremos do tema na Folha e nos próximos dias.

Câmara Ardente
A coisa pode ferver na Câmara Municipal na sessão desta segunda-feira. Os vereadores Emerson Aguiar e França Nilo voltam a trocar farpa. Se um tocar no nome do outro a velha rivalidade entre ambos volta com tudo, para deleite da turma que gosta de ver o circo pegar fogo.

Arrancada
Tão logo teve seu nome confirmado pela justiça Magno Bacelar passou a receber apoios muito expressivos em toda região e até em municípios mais distante como Arame e Fernando Falcão na Região que tem Barra do Corda como principal pólo, onde Bacelar também tem apoios de ex-prefeito e vereadores.

Brejo
Nota Dez também recebeu um importante apoio em Brejo. Trata-se da médica e ex-prefeita Carlota e de seu esposo o ex-gerente regional Chico Caldas. Com isso Magno se prepara para encarar a disputa com Marcos Caldas e Carlos Filho, brigando voto a voto fortalecendo a posição de Carlota no município.

Anapurus
Ontem Magno foi recebido na residência do empresário-ruralista Jandir em Anapurus. Jandir que disputou as últimas eleições municipais quando recebeu votação considerada expressiva para um iniciante fechou com Bacelar. Detalhe importante: Jandir agora lidera todas as pesquisas de intenção de votos na cidade.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Prefeita Nega Paralisação na Avenida Ataliba


Em contato com o blog a prefeita Danúbia esclareceu que as obras da Avenida não estão paralisadas conforme alguns veículos de comunicação chegaram a destacar. De acordo com a prefeita a recuperação entrou em ritmo mais lento em função das fortes chuvas que caíram nos últimos dias. Danúbia Carneiro garantiu ainda que tem acompanhado pessoalmente a reconstrução: “Estou em cima e quero ver a obra pronta o mais rápido possível, mas tem chovido muito e evito pressionar a construtora para que a pressa não comprometa a qualidade da obra, finalizou.

Vai uma Xenofobia ai?


Na ânsia da crítica rasa a oposição local baixa aos porões do preconceito contra pessoas que não nasceram aqui. Comemoram a saída de João Damiani porque ele não era chapadinhense.
O Desafio Antropológico
Logo na primeira linha há uma frase (diria) simplória, mas com um enorme desafio antropológico, quando se alto-proclama “verdadeiro chapadinhense” faz-nos pensar quem realmente merece tal honraria: os índios anapurus (onde estão eles?) que habitam estas terras mesmo antes dos filhos das mulatas, dos maranhenses vindos de outras vilas, dos cearenses e piauienses em fuga das secas e, por últimos, dos descendentes dos que vieram dos Pampas.
Amor sem Passaporte
O papel dos “forasteiros” foi tão importante que da primeira professora aos médicos pioneiros e se duvidar nosso cosmonauta inaugural haverá de ter nascido em outras terras.
Em cada família um ente querido que adotou e construiu Chapadinha. O cearense Pontes de Aguiar; o piauiense Isaías Fortes; Raimundo Marques e José Almeida, vindos do vizinho Buriti; Sebastião Pinheiro, da baixada maranhense... Assim estamos erguendo um lugar diverso e múltiplo que não exige certidão na colhida nem passaporte nas relações de amor.
Índex Injusto e Simbólico
No rol de pessoas apontadas como estranhas ao nosso meio há duas ignorâncias e um símbolo.
Como já mostrei que fica difícil separar os filhos “legítimos” dos adotados inclui-se ai os irmãos Joaquim e Graça Nunes, filhos do antigo coletor e proprietário rural Joaquim Nunes Filho, nascidos e criados aqui junto com vários outros irmãos.
Por símbolo das pessoas que aqui vieram na condição artífices do bem, temos a ex-secretária Noni Braga que é natural de Nina Rodrigues. Na primeira administração de Magno Bacelar, ela retirou a educação do caos deixado pela gestão anterior. Após sair do governo, Noni foi visionária e na iniciativa privada arquitetou a Faculdade do Baixo Parnaíba, formadora de gerações e orgulho de todos.
Autonomia Calça-Curta
Tirando essa xenofobia cafona que não convence nem os próprios, o texto até que apresenta um assunto importante: a autonomia dos secretários, vítima frequente de governos centralizadores, que engessa iniciativas e um mal que ainda perdura até hoje em Chapadinha. Porém mais uma vez, como um fantasma sarcástico, vem a lembrança do passado em que a até a polícia, com delegados calças-curtas, só tinham independência para agir contra opositores do governo. Com eles é assim... Temas edificantes sempre perdem para a ironia.

sábado, 17 de abril de 2010

Bastidores da Vitória de Magno

Tentando Adiamento
Antes de proferir seu voto o relator Juiz Joaquim Figueiredo leu uma petição do diretório do PTB de Chapadinha, assinada pelo advogado Aldy Júnior, que pedia habilitação do partido como assistente para funcionar no processo como parte interessada na inelegibilidade de Magno. As pretensões da agremiação foram negadas de pronto pelo juiz.

Questão de Justiça
Depois da impecável sustentação oral do advogado Enéas Neto (do escritório Marcos Coutinho Lobo) e do voto do relator favorável a Magno Bacelar, o presidente indagou aos demais juízes se havia alguma divergência. Neste momento o juiz federal Magno Linhares pediu a palavra gerando certa tensão. Mas, o magistrado se pronunciou para reforçar os argumentos do relator, declarando que existe uma tendência da justiça eleitoral de intervir o mínimo possível na vida partidária. Ao final de sua fala declarou que não seria justo que uma mera formalidade impedisse as pretensões de um pré-candidato. “Deixemos com o povo a decisão de quem merece representá-lo ”, finalizou.

Medida Exata
Pelo tamanho e vibração da festa dos partidários de Magno Bacelar dá prá ter a medida exata de sua importância para o grupo e do desastre que seria se seu impedimento vingasse.

Foto de Willian Fernandes, da chegada de Magno na Ladeira do Angelim.


quarta-feira, 14 de abril de 2010

TER-MA: Situação de Magno na Pauta de Amanhã



O recurso que se acolhido pode anular a dupla filiação e devolver ao ex-prefeito Magno Bacelar condições de ser candidato às próximas eleições é o décimo primeiro item da pauta de amanhã no Tribunal Regional Eleitoral. A sessão tem início previsto para as 16 horas.

11. PROCESSO Nº 805-87/09 - CLASSE 30
PROCEDÊNCIA: CHAPADINHA – 42ª ZONA ELEITORAL
ASSUNTO: RECURSO ELEITORAL
RECORRENTE: MAGNO AUGUSTO BACELAR NUNES
ADVOGADOS: DRS. LUCIANO DE CARVALHO PEREIRA, ENÉAS
GARCIA FERNANDES NETO
RECORRIDO: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
RELATOR: JUIZ JOAQUIM FIGUEIREDO

A decisão vem movimentando os bastidores políticos maranhenses porque Magno é pré-candidato a deputado estadual com eleição tida por certa na previsão de analistas e tendo chances concretas inclusive de disputar as primeiras posições entre os mais votados no estado.

Para entender melhor o caso clique aqui.

terça-feira, 13 de abril de 2010

A Avenida e a Oposição Sem Assunto


Com o início das obras de reconstrução da Avenida Ataliba Vieira o governo começa a superar seu principal e mais visível problema e a oposição parece ter entrado em parafuso ao perder seu principal assunto.

A situação da via era por demais constrangedora para o grupo político, com reflexos importantes para a imagem tanto da prefeita Danúbia Carneiro como para a do líder Magno Bacelar.

Já para a oposição o que era um prato cheio agora expõe a extrema fragilidade da perda do discurso e do rumo.

Em tom de desabafo a prefeita Danúbia, em entrevista ao Programa Direto ao Assunto da Mirante AM, revelou que retardou o início da obra porque acalentava o sonho de construir uma avenida mais ampla, larga, com canteiro central e com o embelezamento da entrada da cidade . Mas, ainda de acordo com a prefeita, isso só seria possível com a ajuda dos governos federal e estadual, o que não aconteceu até o momento e obrigou o município a usar recursos próprios para a reconstrução.

Enquanto o governo começa a escapar desse aperto, a oposição se divide entre os que nada falem a respeito e quem venha a dizer que a obra não é bancada por recursos próprios, apresentando repasses regulares para sustentar a tese sem se dar conta de por esse estranho argumento, nem o FPM seria recurso do município por ser de origem federal, mas repassado constitucionalmente às entidades municipais.

Esse emblemático momento da política chapadinhense faz lembrar o velho Vitorino Freire quando a oposição entoa “que inimigo se não tem defeito a gente coloca” pode, por pequenez de visão e leitura desfocada da realidade, colher outra máxima do oligarca maranhense que diz “que oposição é como grama de jardim, tem direito de existir, só não tem direito é de crescer”.
Foto: Willian Fernandes

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Danúbia Lamenta Saída de Damiani


A prefeita Danúbia Carneiro informa ao blog que a saída de Damiani da secretaria de educação se deu por vontade do próprio ex-secretário. Segundo a prefeita Damiani inicia um curso de pós-graduação que o impossibilita de manter dedicação exclusiva ao cargo. João Damiani deve continuar prestando serviços á secretaria, “o professor Damiane foi indicação pessoal minha, de forma que lamento sua saída”, afirmou Danúbia.

Danúbia confirmou que a professora Enir Lima irá mesmo substituir Damiani. A posse está marcada para a próxima sexta-feira no auditório da prefeitura.
Foto: Willian Fernandes

sábado, 10 de abril de 2010

Damiani Deixa Secretaria de Educação

Após um ano e três meses à frente da secretaria de educação do município, por indicação pessoal da prefeita Danúbia, de quem fora professor na Escola Santa Teresa de São Luis, João Damiani deve anunciar sua demissão do cargo nesta segunda-feira. Os motivos não foram divulgados oficialmente, mas uma fonte revela que Damiani vinha enfrentando oposição de alguns vereadores e de pessoas influentes de dentro do governo. A secretária-adjunta Enir Lima (foto ao lado de Damiani) deve ser efetivada na pasta.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Campus de Chapadinha preenche 100% das vagas


Com a publicação da 6ª lista de espera da UFMA, na última quarta-feira (31), todas as vagas destinadas ao Centro de Ciências Agrárias e Ambientais de Chapadinha foram ocupadas. Ao todo foram preenchidas 120 vagas, distribuídas entre os cursos de Agronomia, Zootecnia e Ciências Biológicas.

Para Jocélio Araújo, diretor do CCAA, o preenchimento de todas as vagas do Campus de Chapadinha comprova o sucesso do sistema de seleção implantado pelo MEC e a adoção do Enem pela UFMA. “O Enem possibilitou a democratização do acesso ao ensino superior, permitindo que estudantes de outras cidades do Maranhão e até de outros estados fizessem as provas sem ter que gastar com deslocamento, alimentação e hospedagem”, disse.

Um exemplo é o do estudante de escola pública Ronaldo Silva Gomes, 19 anos. Natural de Pio XII-MA, ele foi selecionado na 1ª lista do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o curso de Agronomia do CCAA. “Me surpreendi com o resultado e fiquei muito feliz, pois sempre quis esse curso. Acho que essa nova forma de seleção possibilita aos alunos concorrer de forma igual”, declarou.

A aluna Cristina Coutinho Costa, de Imperatriz-MA, também comemora o resultado da seleção da UFMA. Ela foi selecionada na 3ª lista do Sisu para o curso de Zootecnia do CCAA e disse que está gostando muito das aulas. “Graças a essa nova forma de seleção eu pude vir para Chapadinha, pois agora a gente pode escolher o curso, ver a concorrência e decidir o que é melhor”, explicou.

Enem x vestibular tradicional

Jocélio Araújo informou também que o Enem superou o vestibular tradicional e os editais para ocupação de vagas ociosas (transferências interna e externa, portadores de diploma de curso superior, etc.). Segundo ele, de 2006 a 2009, mais de 60% das vagas oferecidas pelo CCAA ficaram ociosas. “Nenhum aluno foi matriculado nos três cursos no segundo semestre de 2008 e 2009, o que corresponde a seis turmas a menos. Felizmente esse problema não se repetiu com o Enem”, disse.

Além do prenchimento de todas as vagas, outro dado importante diz respeito à procedência dos alunos. De acordo com Jocélio, ao contrário do que se pensava, cerca de 92% dos alunos matriculados são provenientes do estado do Maranhão, sendo que apenas (8%) são oriundos de outros estados da federação. “Isso foi muito importante para a aumentar a autoestima dos alunos, pois agora eles sabem que concorreram com estudantes de todo o país e foram aprovados”, explicou. Para o diretor do Campus de Chapadinha, esse resultado vai melhorar os indicadores sociais do CCAA, devido a importância que o Centro representa para a messorregião do leste maranhense.

Por Ivandro Coelho

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Visite Chapadinha Antes...

Existe um adesivo circulando em alguns carros da cidade que se diz “Visite Chapadinha Antes que ela se Acabe!” Uau! Quanto humor, Né? Diferente da costumeira agressividade verbal ou braçal dos ditos. Pode até ser cópia... Mas até gostei porque provoca debate.

A peça de propaganda oposicionista arma um quadro de colapso completo da cidade de fazer inveja ao roteiro filme catástrofe “2012”, tão afastado da realidade quanto o ufanismo situacionista que insiste em não encarar os verdadeiros problemas de frente.

O adesivo é eficaz apenas para traduzir as limitações educacionais e até mentais dos autores. Ao invés de escolher temas específicos problemáticos para o atual governo, como exemplo da Avenida Ataliba Vieira, eles colocam tudo no mesmo saco e profetizam que o apocalipse chapadinhense já beira a ladeira do Angelim. Ou será mais certeiro que venha pela Boa Vista?

Em reluzentes carros fixados, o auto-colante é um monumento ao não esquecimento de uma quadra histórica que Chapadinha quase vai à bancarrota. Quando a cidade era dirigida pelo clico familiar dos exibidores das flâmulas.

Chapadinha resistiu a 9 meses (uma gestação completa) de atrasos de salários de servidores, foram 12 secretários de saúde em 4 anos que se encerram por uma intervenção da promotoria e do conselho de saúde na pasta. Uma CPI denunciava desvios, lotava praças e agitava a cidade. Recursos de programas sociais eram devolvidos por desleixo dos burocratas de então.

Nossa comunidade ainda tem problemas evidentes que clamam por manifestações e lutas. Mas, Chapadinha é grande, forte, generosa e tolerante ao ponto receber com bom-humor a nota que prega o fim, produzida por quem tanto se esforçou pra cumprir tal presságio.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Procurador-Geral da República Apresenta Parecer Contra Isaías no Supremo

Depois de perder todos os recursos no TSE, o ex-prefeito Isaías Fortes apelou ao Supremo Tribunal Federal na tentativa de modificar os efeitos da decisão unânime dos ministros da corte eleitoral que indeferiu seu registro de candidato ao cargo de prefeito em razão da inelegibilidade decorrente da rejeição das prestações de contas pelo Tribunal de Contas da União.

Em parecer datado de 26 de março, o Procurador-Geral da República Roberto Monteiro Gurgel Santos(foto) diz, entre outras coisas, “que conforme tem assentado a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral, considera-se manifesta a natureza insanável das irregularidades que causem dano ao erário e que imputem débito em quantia certa com força de título executivo, como é o caso dos autos”, declarou o Procurador, opinando pela rejeição da última quimera de Isaías relativa ao processo eleitoral passado.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Dilma: Quanto Mais Palanques Melhor


Outro petista chapadinhense entra no debate sobre a política de aliança do partido no Maranhão. Desta vez é o poeta, escritor e funcionário dos Correios Herbert Lago Castelo Branco quem traz argumentos ao tema. Leiam.

"Ao ler o texto de Eduardo Braga não me contive e resolvi não responder, mas tecer alguns questionamentos.

Acredito que seja a primeira vez no Maranhão que se tenta construir uma chapa mais no campo da esquerda, se “desgarrando da oligarquia Sarney e do PSDB/MA. Embora saibamos que ainda virão os adesistas para compor a chapa, pois voto e adesão em política não é desprezível.

Em se tratando de eleições não podemos fazer suposições e afirmar de imediato que esse ou aquele candidato não tenha chances reais de se eleger. Quantas vezes as pesquisas de opinião pública (que geralmente são tendenciosas) não foram contrariadas? Quando Geraldo Magela (PT/DF) disputou o governo do Distrito Federal em 2002 contra Joaquim Roriz (PMDB/DF) ele começou com 3% das intenções de votos, enquanto que Roriz estava com seus 45% das intenções de votos, com previsão de ser eleito em primeiro turno e ao final Magela ganhou de Roriz no primeiro turno, levando as eleições para o segundo turno.

Geralmente, é papel da direita ou das oligarquias quando perde a eleição cobrar de seu sucessor eficiência e induzir a opinião pública através dos seus meios de comunicação. Mas como cobrar “eficiência” e agilidade em menos de 24 meses de um governo que recebe um Estado que há 40 anos vem sendo sucateado por essa oligarquia?

Rachar o palanque da Dilma? E usar como pretexto palanque único só no Maranhão? E os outros Estados? Como seria bom se Dilma tivesse dois ou mais palanques em todos os Estados! A política meu caro é que nem nuvem e por traz dela, é claro, existem interesses. Isso não significa que a política não tenha compromissos com os projetos nacionais, com os do Lula ou com os do partido dos trabalhadores."
Por Herbert Lago Castelo Branco, Poeta e Escritor

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Não Existem Balaios Crônicos


Do blog do Décio Sá (Imirante) pinço a notinha a baixo, publicada agorinha mesmo. Leiam. Depois volto comentando.

"Festa em Chapadinha
Balaia inveterada, Isamara Fortes, pretensa candidata a deputada estadual pelo PP, chegou a soltar foguetes em Chapadinha quando soube da decisão do PT de se aliar com o PCdoB. Na Chapada, corre a história que ela até procurou um comunista local em Brasília."

Comentário Nosso
Só pra relembrar: durante muito tempo a oposição estadual era mantida em Chapadinha por personalidades como Sebastião Pinheiro, os Balecos (Zé, Chagas e Nonato), Carlos Borromeu, Eduardo Luis da Silva, entre outros.

Só depois que o ex-governador Zé Reinaldo rompeu com Sarney, levando junto os cofres e os convênios é que Izamara e Isaías Fortes, assim como Levi Pontes e Paulo Neto viraram Balaios.

Pelo que se sabe, de volta ao grupo da governadora Roseana, seguindo orientação do pai, Izamara trata a relação desprovida de paixões, disposta a retribuir a forma prestigiada e sem ressentimento da acolhida com o que interessa neste momento: votos.

O PT e uma Decisão Antipetista

O jornalista Eduardo Braga, que é petista e tem fortes ligações com Chapadinha, participa do debate sobre a decisão do partido acerca das eleições deste ano com o artigo que transcrevo abaixo, em itálico. Outros textos em sentido contrário serão aceitos e divulgados.
“O Encontro de Definição de Tática Eleitoral do PT-MA decidiu, por 87 votos a 85, que o partido apoiará a candidatura a governador do deputado federal Flávio Dino (PCdoB). O comunista surpreendeu ao conseguir mais de 120 mil votos e se tornar o quarto deputado federal mais bem votado nas terras maranhense perdendo apenas para dois filhos de ex-governadores, José Sarney Filho e Roberto Rocha, e o chefe da Casa Civil do governo da época, Carlos Brandão.
A estranha eleição de 2006 no Maranhão foi vencida pela auto-entitulada “Frente da Libertação”. A tal frente foi pensada pelo governador da época, Zé Reinaldo Tavares (PSB), que fora vice-governador de Roseana e eleito para o cargo depois de ter assumido o posto em decorrência à renúncia dela para disputar vaga no Senado, em 2002.
O PT indicou o vice da chapa de Edson Vidigal (PSB) e compôs o governo Jackson sem destaque. Bira do Pindaré, que venceu a eleição pra senador na capital, foi nomeado “assessor especial” do governador, enquanto ao PSDB coube a Casa Civil, com Aderson Lago, e o apoio necessário para vencer as disputas pelas prefeituras de São Luís, com João Castelo, e de Imperatriz, com Sebastião Madeira.
Concretizada a cassação, a oposição, ainda meio que desorientada, ensaia uma nova cooperativa de candidatos, com o mesmo Jackson Lago, Flávio Dino e Roberto Rocha. A candidatura de Flávio Dino não tem chances reais de vitória. O apoio do enrolado prefeito de Caxias, Humberto Coutinho, pode lhe ajudar a se eleger deputado federal, mas governador é outra história. Então, pra que apoiar Dino e rachar o palanque de Dilma?
O governo Jackson foi marcado pela ineficiência e pelas denúncias de corrupção e acabou sendo cassado.
"O PT indicou o vice da chapa de Edson Vidigal e compôs o governo Jackson sem destaque. Bira do Pindaré, que venceu a eleição pra senador na capital, foi nomeado “assessor especial” do governador, enquanto ao PSDB coube a Casa Civil, com Aderson Lago, e o apoio necessário para vencer as disputas pelas prefeituras de São Luís, com João Castelo, e de Imperatriz, com Sebastião Madeira."Concretizada a cassação, a oposição, ainda meio que desorientada, ensaia uma nova cooperativa de candidatos, com o mesmo Jackson Lago, Flávio Dino e Roberto Rocha.
"A candidatura de Flávio Dino não tem chances reais de vitória. O apoio do enrolado prefeito de Caxias, Humberto Coutinho, pode lhe ajudar a se eleger deputado federal, mas governador é outra história. Então, pra que apoiar Dino e rachar o palanque de Dilma?
Onde está Vidigal hoje? Se preparando pra ser candidato a senador pelo PSDB. Boa parte dos ex-membros da tal “Frente de Libertação” vieram de debaixo das asas do velho bigodudo. Vide João Castelo, Zé Reinaldo, Edson Vidigal e outros.
"Por trás dessa cortina de fumaça está uma série de interesses e quem mais venceu [no encontro do PT] foram aqueles cujos interesses não têm compromisso com o projeto nacional do PT, prioridade número 1 do partido.”
Candidatos
A candidatura do deputado federal Roberto Rocha (PSDB) a governador, referida no artigo acima, ainda é apenas uma hipótese. Na verdade ela tem sido citada mais pelo desejo de repetir a "cooperativa de candidatos" organizada em 2006 pelo ex-governador José Reinaldo, com o objetivo de levar a eleição para o 2o turno.
Em 2006 o PSDB lançou um candidato laranja, Aderson Lago, que atualmente está concentrado na tentativa de voltar à Assembleia Legislativa. Aderson responde a vários inquéritos policiais por corrupção, num dos quais é acusado de receber R$ 5 milhões como pagamento por sua participação na "cooperativa".
Há provas de que pelo menos parte do dinheiro foi desviado da Saúde Pública do município de Caxias para a conta de um dos filhos dele no Rio (caso Ópera Prima).