terça-feira, 17 de julho de 2012

CETECMA: Belezinha Doou Terreno Atrás de Motel para Construir Escola

Terreno Doado por Belezinha em 2009, Fundo com o Motel de Sua Propriedade 
O blog do Garrone (do Jornal Pequeno), em matéria postada ontem (16) afirma “que o governo federal destinou recursos para que fossem construídas 10 novas unidades de Centros Tecnológicos no estado do Maranhão, dentre elas para a região de influência do município de Chapadinha”, disse.


Ainda de acordo com o blogueiro, o deputado Magno Bacelar, fazendo uso de sua prerrogativa de líder do governo, estaria tentando “inviabilizar a construção de tão importante centro de tecnologias que irá beneficiar milhares de pessoas na região do Baixo Parnaíba, pelo simples fato de o terreno ter sido doado à época (2009) pela empresária Ducilene Pontes, a Belezinha, que naquele momento nem vislumbrava a possibilidade de vir a ser candidata a prefeita da cidade”, especula.

Fundo do Terreno no Bairro Mutirão
A Prefeitura de Chapadinha, por meio do secretário de obras Reginaldo Marinho, contou à nossa reportagem que o terreno doado pela empresária Belezinha ficou inviabilizado pela proximidade com o motel Delírius (de propriedade de Belezinha), que não seria recomendável, na ótica dos poderes públicos e por solicitações de entidades religiosas, colocar uma escola com centenas de jovens nos fundos de um motel. Além disso, uma visita da secretaria de obras do município com uma equipe da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado, verificou-se que a própria empresária teria avançado no terreno anteriormente doado (construindo uma segunda saída do motel), deixando a área restante abaixo das medidas especificadas pelo projeto.


Diferente do constatado por meio de fotos, a assessoria da empresária Belezinha disse que o terreno doado fica a 200 metros do motel e afirma não ter havido nenhuma obra ou bem-feitoria no local.  
Área que a Prefeitura Pretende Liberar para o CETECMA
Ainda de acordo com Reginaldo, a prefeitura está entrando com medidas judiciais pela liberar um terreno em litígio no Bairro do Areal (Antigo Campo do Cosmim), cujas medidas atendem o projeto do CETECMA, “o terreno mede 120x80 metros, é objeto de litígio e a prefeitura vai intervir para adquirir o terreno e colocar à disposição do Centro Tecnológico, para o início da obra o mais rápido possível”, finalizou Reginaldo Marinho.
Frente da Futura Sede do CETECMA 


4 comentários:

eduardo-ferras disse...

Meu amigo alexandre vc definiu bem litígio(conflito de interesses, de ordem jurídica ou política, suscitado entre dois ou mais Estados que o resolvem pelos meios diplomáticos ou de coerção) a prefeitura não tem mais terreno, pois o antigo secretario e o irmão de magno venderam todos, agora querem tomar terras alheias. o que falta é criarem moral...

Alexandre Pinheiro disse...

Em sendo verdade seu comentário a empresária Belezinha seria a maior beneficiária do dito esquema. Pena que o período eleitoral neste instante vá ofuscar muitas verdades.

edelson sousa disse...

por que esse tipo de matéria só aparecem agora nois tempos de eleições e sim contrata uma candidata a prefeita essa matéria devia ter vindo a mostra antes por que é de 2009.

Alexandre Pinheiro disse...

Além de responder a uma matéria que acusava um candidato de atrapalhar a instalação do CETECMA, os questionamentos a qualquer candidato devem ser feitos em período eleitoral para que a opinião pública possa formar seu juízo de valor sobre quem vai colocar a frente de seus destino.