terça-feira, 1 de julho de 2014

Decisão de Braga Mantém Eduardo Sá na Câmara de Chapadinha


Ao assumir interinamente a presidência da Câmara, o vice presidente Eduardo Braga / PT, indeferiu o pedido de extinção do mandato que corria contra o vereador Eduardo Sá / PRTB.   

“Na sessão de ontem comuniquei os colegas vereadores sobre decisão tomada por mim, no exercício da Presidência da Casa, de indeferir por inépcia o requerimento que pedia a extinção do mandato do vereador Antonio Eduardo Dantas de Sá”, declarou Braga.

O parlamentar petista ressaltou que a licença de Sá não causou prejuízo à Câmara e declarou haver motivação política: “sem causar nenhum prejuízo ao parlamento ou aos cofres públicos, a licença do vereador, aprovada por unanimidade, não era a verdadeira motivação do processo. Seria apenas a desculpa para calar a voz de um vereador da oposição. Quem seria(m) o(s) próximo(s)?”, destacou Eduardo Braga.

“O requerente (Jonnay Alves) está sempre a posto para fazer o trabalho sujo do seu grupo político, mas não podemos tratar com o mesmo desdém os mandatos que nos foram confiados pelo voto popular” completou.

Braga adiantou que votaria contra qualquer iniciativa de cassar mandato de colegas parlamentares sejam de governo ou oposição. “Qualquer outro pedido de extinção de mandato com os mesmos vícios terá o mesmo fim durante o meu exercício na presidência da Câmara”.

O vereador Braga lamentou o clima de disputas até no campo pessoal entre parlamentares e pregou a paz no retorno do recesso da Câmara. “Espero que o recesso parlamentar sirva para jogar água na fervura das querelas que têm dominado os discursos de alguns parlamentares e que nós voltemos aos trabalhos focados naquilo que o povo espera de nós”, finalizou.

Um comentário:

Vero Justus disse...

Claro, tudo entre amigos!