segurança

segurança

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Prepare o Bolso: Belezinha Quer Aumentar Impostos e Cobrar IPTU

Do Blog do Foguinho 

A Prefeita Municipal de Chapadinha enviou um projeto de lei à Câmara de vereadores que vai ser um presentão de fim de ano a todos os chapadinhenses, mas um presente de grego.

Belezinha enviou um projeto que visa atualizar o Código Tributário do Município, que significa aumentar os impostos para todos os trabalhadores chapadinhenses.

Os impostos estão relacionados a diversos setores, como ISS, Alvará, Mototaxistas, Taxistas, Locadoras, Hotel, Motel, Imobiliária, Oficina Elétrica e Mecânica, Profissionais Autônomos, Transporte, Estúdios Fotográficos, Funerária, Promoção de Shows, Festa e Eventos, Lojas e Comércios Locais.

Enfim, a Prefeitura vai botar para moer com os grandes e pequenos comerciantes, empresários e lojistas com o aumento de impostos, caso seja aprovado pela a Câmara de Vereadores.



IPTU á vista.


No projeto está incluindo o IPTU ( Imposto Predial e Territorial Urbano) que vai acabar de massacrar o povo pobre de Chapadinha, que já tem um alto valor na conta de energia e água para pagar, agora poderão receber mais este famoso IPTU.

Chapadinha não tem infraestrutura nas ruas, não tem tratamento de esgoto, não tem iluminação pública, as ruas estão todas esburacadas, e a prefeita ainda terá coragem de cobrar o IPTU. Lamentável.

Os vereadores de oposição como: Braga, Irmão Carlos e Nonato Baleco só querem aprovar se estiver um diálogo com a população chapadinhense e com a prefeita, para saber o que está certo ou errado. Já os vereadores governistas acreditam que somente a câmara pode definir o que aprova ou desaprova no projeto, deixando o que está certo e retirando o que está errado.

Só para se ter uma idéia, o vereador Irmão Carlos disse que os taxistas terão que pagar 1.500 reais anual só de imposto e isso não é correto, disse o parlamentar.

A prefeita Belezinha deseja que o projeto seja aprovado de forma urgente, mas os parlamentares ainda não definiram a data de aprovação ou reprovação.

Veja algumas cópias das páginas do projeto que tramita na mesa diretora da Câmara de Vereadores.







Nenhum comentário: