segurança

segurança

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Deputado Levi Pontes Defende Melhorias no SUS


O deputado Levi Pontes / Solidariedade (foto) ocupou a tribuna na sessão de hoje para apoiar um projeto de autoria da deputada Graça Paz / PSL, que prevê o agendamento telefônico de consultas médicas para grávidas, idosos e portadores de deficiência, previamente cadastrados nas unidades de saúde do Estado do Maranhão. Levi aproveitou para defender melhorias no Sistema Único de Saúde.

“Resolvi me manifestar para dar apoio à deputada Graça Paz no seu Projeto de Lei, porque esse Projeto de Lei – embora ele contemple uma parcela da sociedade, mas isso está contido na Lei do SUS. O SUS tem no seu bojo, na sua lei, um sistema de marcação de consultas à distância, por telefone, via internet e a grande maioria dos Estados já tem esse sistema de marcação de consulta dentro de uma igualdade e de uma hierarquia, portanto, o projeto de lei da deputada Graça Paz se o Brasil tivesse um sistema de saúde digno, que cumprisse as leis do SUS, com certeza, não haveria necessidade de um projeto de tamanha envergadura” ressaltou o parlamentar. 


Levi defendeu ainda a prioridade para os mais necessitados e para as ações preventivas de saúde. “Nós temos que proteger os desiguais, aquilo que o SUS chama de equidade, tratar as nossas gestantes, os nossos idosos, aqueles que não têm condições nem de transporte, possam alcançar e ter o direito a uma consulta médica, até porque o ‘X’ do problema do SUS está nas gestantes onde não havendo pré-natal, consequentemente, vamos ter partos prematuros, vamos ter crianças necessitando de UTI e onerando todo o sistema de saúde do país, e, mormente, do Maranhão. E o outro lado da ponta, os nossos pacientes, idosos, a grande maioria com deficiência de locomoção, a grande maioria aposentados e mal aposentados, sem direito e sem recurso para se locomover e marcar uma consulta. E a gente sabe das incidências dessas doenças crônicas levando a grande maioria das vezes à hospitalização e mais uma vez onerando o sistema. Por isso defendemos a Medicina Preventiva”, finalizou o deputado Levi Pontes. 

Nenhum comentário: