segurança

segurança

terça-feira, 17 de março de 2015

Concurso: A Posição da Prefeitura e as Dúvidas que Permanecem

Depois de Defender Prefeitura Admite que Assessora Sequer Pagou Taxa


Uma semana depois da matéria que levanta novas suspeitas contra o concurso Machado de Assis / Prefeitura Municipal, a secretaria de administração se pronunciou sobre o caso.

A nota começa confirmando a informação de que os candidatos citados aparecem inicialmente como eliminados. “Vale esclarecer que, atinente ao Cargo 112, Professor de 1º o 5º Ano (Zona Rural) na lista preliminar, elaborada logo após a realização das provas objetivas, os quatro candidatos de fato aparecem como eliminados”, admite a nota da prefeitura.

Adiante a nota diz que os candidatos fora contemplados por análise posterior do Instituto Machado de Assis que os retirou do rol de excluídos para considerá-los aprovados. “Todavia, na fase de interposição de recurso, foram interpostos recursos relativos às algumas questões. Tais recursos foram apreciados e aqueles que apresentavam consistência e coerência foram deferidos. Desse modo, é admissível que após o julgamento dos pleitos, tenha havido uma mudança na ordem de classificação dos candidatos, conforme resultado final publicado pelo Instituto Machado de Assis”, sustenta a secretaria de administração sem, contudo, detalhar o fato que fez o IMA voltar atrás quanto a eliminação dos candidatos.

Superficial e agressiva, além de não esclarecer o que fez o Machado de Assis classificar eliminados, a nota da prefeitura desconhece que alguns dos eliminados entraram com medidas judiciais na tentativa de reverter o quadro o que foi negado pela comarca de Chapadinha e torna ainda mais estranho a modificação administrativa das eliminações e insuficientes os esclarecimentos da prefeitura.   

Em tempo: chega a ser irônico que a mesma prefeitura que garantiu que a assessora Aurilane Mascarenhas estava devidamente inscrita no concurso para depois admitir judicialmente que sequer a taxa ela pagou, agora venha a público repudiar “divulgação reiterada de notícias infundadas concernentes às ações da Prefeitura Municipal de Chapadinha”.    

Processo dos Eliminados que a Justiça Indeferiu em Julho de 2014

Nenhum comentário: