segurança

segurança

terça-feira, 14 de abril de 2015

Funcionário de Belezinha é Preso por Tentativa de Homicídio Contra Fotógrafo do Blog


Por Blog do Alexandre Cunha


Uma confusão no inicio da noite desta terça feira (14), graças à presença da Polícia Militar não resultou em tragédia. Um funcionário da secretária de obras tentou contra a vida de um militante social e fotógrafo.   


A vítima, o Militante Social  Juvenal Neres de Sousa, estava em uma nova Rua que foi aberta durante o dia de hoje Prefeitura para escoar a carne do abatedouro que fica no bairro Caterpilla, e a única Rua de Acesso a Travessa Coelho Neto está interditado desde a última sexta feira(10) pelos moradores. Juvenal contou ao blog do Alexandre Cunha que estava no local em companhia do Guarda Municipal Valter Ferreira apenas registrando umas fotos para matéria do blog Alexandre Pinheiro, quando foi surpreendido pelo um funcionário da secretária de obras do município identificado como Manoel Geovane da Silva, que o agrediu com um tapa na boca e logo em seguida em posse de um facão de 14 polegadas ainda o ameaçou de morte, fato não consumado graças a chegada da Policia Militar como demonstra o Boletim da PM.
BO: O Fato não foi consumado graças a chegada da PM no imediato do fato. 
“Depois do soco, ele jogou com violência o facão em mim, para defender o Valter jogou a moto na frente, não fui golpeado graças à chegada da PM que estava no local impendido algo mais grave”; relatou Juvenal Neres.

O agressor Geovane é funcionário da secretária de obras do município seria o responsável pela abertura da rua, Geovane é conhecido por ser braço direto e homem de confiança do secretário de obras Aluisio Santos.
Manoel Geovane da Silva
O Caso foi registrado na 3ª delegacia regional de Chapadinha como tentativa de homicídio.

Geovane conduzido para delegacia pela Policia Militar e  foi preso em flagrante delito, e se encontra recolhido na delegacia onde ficará a disposição da justiça, o facão também foi apreendido.

Ainda na delegacia o blog do Alexandre Cunha tentou ouvir Geovane, mas ele disse que só falaria sobre o assunto na presença de seu advogado.



Nenhum comentário: