segurança

segurança

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Prefeitura Torra 26 Mil Reais em Festa de Natal na Casa de Aluísio e Belezinha


“Em clima de muita harmonia, descontração e música ao vivo, os servidores públicos de todos os escalões da administração municipal de Chapadinha foram homenageados com um grande jantar e sorteio de brindes na sexta-feira (20 de dezembro de 2013) durante a  festa de confraternização. A  prefeita Ducilene Belezinha  em seu discurso, agradeceu a presença de todos, e fez questão de destacar que todos os servidores são iguais e  importantes para a administração publica municipal”.

O trecho acima foi a matéria que saiu nos blogs aliados da prefeitura. Na realidade a festança aconteceu na casa do secretário Aluízio Santos que fica nos fundos da residência da prefeita Belezinha, como convidados apenas a alta cúpula municipal entre vereadores, secretários, amigos e familiares da prefeita e secretário.

O leitor pode perguntar o que o blog tem com uma confraternização de natal realizada em uma propriedade particular e que reuniu o circulo íntimo da prefeita Belezinha e do secretário Aluízio. Respondo: nada teria se (como veremos mais a frente) a festa não tivesse sido custeada com recursos públicos ou dinheiro de todos nós.

Ordem de Pagamento da Prefeitura 26 mil na Festa de Aluízio e Belezinha 

Na prestação de contas de 2014 a conta da festança de natal de Aluízio, Belezinha e seus chegados saiu por R$ 26.575,00 conforme nota fiscal   005 da empresa I. de J A Macedo, mais conhecida como Buteco Music. De acordo com os documentos obtidos pelo blog, a prefeitura diz ter pago R$ 24.975,00 com 1.350 refeições e R$ 1.600,00 com serviço de atendimento de garçons e ajudantes.

Nota Fiscal do Buteco Music

Olhando as fotos fica claro que nem forçando a barra se verifica mais que 200 pessoas no ambiente, o que dificulta bastante acreditar que foram servidas refeições para as 1.350 pessoas como descrito na nota fiscal e na ordem de pagamento da prefeitura. A suspeita é que os 26 mil que Belezinha jura ter gasto com refeições possa ter garantido a farra com bebidas alcoólicas, farto banquete e distribuição de mimos entre o alto clero de seu governo.

Descrição dos Serviços Pagos pela Prefeitura 
Em uma cidade com imprensa livre isto seria um escândalo. Num lugar que houvesse fiscalização da Câmara e do Ministério Público renderia processo e, no mínimo, a devolução do dinheiro indevidamente usado. Aqui em Chapadinha é apenas mais um desdém do governo que diz faltar recursos pra tudo, que vale o registro para que você (cidadão) pelo menos saiba o que fazem com o seu dinheiro.   

Outro Lado

A exceção do secretário Allan Monteles (saúde), que sempre atende nossa reportagem, a prefeitura adota a postura de não responder ou comentar matéria deste blog. Em todo caso o espaço permanece aberto para futuros esclarecimentos se for o caso. 

Veja as fotos da confraternização e tira as conclusões se tinha 1.350 pessoas e se havia servidor comum entre os participantes da festa. (fotos do Kim Pereira). 










Nenhum comentário: