segurança

segurança

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Belezinha Gastou 148 Mil Com Portão e Corredor Coberto no Beco do Rasga Sunga

Um Portão e um Corredor por 148 Mil Reais

Apesar de nunca ter sido inaugurado, o futuro Centro de Comércio Popular de Chapadinha, que fica localizado numa rua que ficou conhecida como Beco do Rasga Sunga, a prestação de contas de 2014 diz que a prefeitura gastou R$ 148.175,13 com a obra.

Nota de Pagamento na Prestação de Contas de 2014 


No local, como fica claro nas fotos, apenas um portão e uma pequena coberta foi feita. Na nota de empenho aparece a empresa F R de Sousa Junior – ME com endereço de São José de Ribamar, mas o flagrante de uma caçamba de propriedade da prefeita entregando material levanta a suspeita de que – como na maioria obras do município – sejam as empresas de Belezinha as verdadeiras executoras dos serviços.

Caçamba de Belezinha Descendo Material no Beco do Rasga Sunga
Como mais uma demonstração da utilização de empresas de propriedade da prefeita Belezinha em prestações de serviços e negócios com a administração municipal, flagramos na tarde de 12 de dezembro de 2013, a colocação de material de construção por funcionário da Júnior Construções por meio de uma caçamba de propriedade de Belezinha em obra tocada pela gestão municipal.


É assim, com tapumes velhos orçados em 25 mil reais e uma simples gambiarra custando 148 mil que a prefeita Belezinha segue misturando negócios públicos com suas empresas privadas e ampliando o que já ficou conhecido como governo funil.  

Situação da Obra Que Consumiu 148 mil reais

Nenhum comentário: