segurança

segurança

sábado, 20 de junho de 2015

Guardas Municipais Ameaçam Entrar em Greve


Uma comissão representando os integrantes da Guarda Municipal de Chapadinha, formada por membros da GMC e acompanhada pela direção do Sindicato dos Servidores Municipais, adiantou ao blog que a categoria de deve entrar em greve a partir desta semana.

Segundo as lideranças do movimento os motivos da paralização seriam: a falta de posicionamento do executivo municipal em relação ao abaixo assinado pedindo o afastamento do atual comandante senhor Raimundo Nonato e com relação à indicação de um integrante da categoria para assumir o cargo, a falta de equipamentos essenciais para a realização dos serviços de diários, aquisição de placas balísticas, a não aquisição de fardamentos que completam dois anos este mês, a redução da cota de combustível para 15 litros diários, sendo que a viatura roda em média de 90 a 120 km por plantão de 24 horas, a falta de posicionamento do executivo quanto ao estatuto que deveria ser inserido no orçamento de 2016 e encaminhado a câmara municipal, relotação dos guardas lotados em escolas e hospitais para sede da instituição.

Os integrantes se reunirão em assembleia geral com o Sindchap e advogados da categoria para discutirem os próximos passos e medidas a serem tomadas para a realização da greve. Ainda de acordo com a comissão, “a greve surge em momento em que o município mas precisa dos serviços da guarda municipal visto que estamos em pleno período junino e as escolas realizando seus arraiais”, disseram, lamentando a falta de condições de trabalho e a necessidade do movimento grevista.

Segundo a comissão a prefeita Belezinha pode evitar a greve se aceitar negociar com os guardas municipais que se encontram desmotivados, sem condições de trabalhar e desrespeitados pela gestão municipal. 

Alterada às 20:46 para corrigir informações. 

Nenhum comentário: