segurança

segurança

terça-feira, 9 de junho de 2015

Maria Coelho Alega Falta de Recursos para Cumprir Direito dos Servidores


Nem pedido da própria demissão. Nem adesão à lei das 13 horas. Nem anúncio do pagamento de abono aos professores. Mesmo assim a secretária de educação Maria Coelho acabou surpreendendo a todos ao manter o argumento da falta de recursos como motivo para que o município de Chapadinha continue não cumprindo a lei da jornada de trabalho que já é adotada pelo governo estadual e pela quase totalidade dos 217 municípios maranhenses. Detalhe curioso é que Chapadinha recebeu 155 milhões em 2014.

A sucessão das falas após a explanação da titular da educação foi constrangedora pra ela. A mais contundente reação contra o papel exercido por Maria Coelho veio do vereador petista Manin Lopes. “Secretária (Maria Coelho) quero lhe parabenizar pela coragem de estar aqui, mas eu acredito que a senhora não tem autonomia mediante a gestora que nós temos, de tomar uma decisão aqui e por pra frente”, disse o vereador sob aplausos dos servidores que acompanharam a reunião.  “Infelizmente quem nós colocamos para administrar não foi educado com princípios de trabalho social e de movimentos que possam fazer com que nossa cidade se desenvolva mais”, finalizou Manin criticando abertamente a prefeita Belezinha.

A presidente do SINDCHAP, professora Jane Andrade, também manifestou decepção com o encontro e prometeu divulgar uma nota oficial nas próximas horas. 

Nenhum comentário: