segurança

segurança

terça-feira, 9 de junho de 2015

Nada Contra o Padre Neves e Tudo a Favor da Bíblia

Praça da Bíblia (Imagem de Arquivo) 

Antes que algum apressadinho reduza o sentido do texto ao título, devo reafirmar minha admiração pelo ser humano Manuel Neves, um dos homens mais importantes da história de Chapadinha e deixo igualmente claro que não compartilho interpretações absolutas ou fundamentalistas da Bíblia.

A chamada do post diz respeito à minha opinião sobre a mudança de nome da Praça que se encontra em análise pela Câmara Municipal. A proposta troca o nome da Praça da Bíblia para Praça Padre Neves. Como expresso acima considero Neves merecedor de todas as homenagens possíveis, mas discordo da mudança por dois motivos básicos: salvo exceções, alterar nome de logradouros termina desmerecendo famílias ou segmentos sociais e apagando a história da cidade.

No meio da discussão da câmara teve parlamentar que defendeu a retirada do monumento atual (uma Bíblia aberta) para a colocação de um busto do Padre Neves. As reações contrárias foram imediatas e contundentes dos vereadores evangélicos Irmão Carlos / PRB e Samuel Nistron / SD.

Ainda em meio aos debates, que levaram a vereadora/presidente Marcia Gomes / PR – autora do projeto – às lagrimas, lembraram que a prefeita Belezinha como evangélica poderia vetar a alteração e precipitar uma desnecessária polêmica religiosa em torno do nome da praça.


Rodoviária, Centro de Convenções, Avenida das Mil Casas... Nas futuras obras e outras em andamento, não faltam opções para homenagear Padre Neves sem menosprezar os que se sentem contemplados com o atual nome da Praça. Afinal, se somos todos filhos de Deus, não me parece justo conceder tributo a um filho amado infligindo desrespeito e tristeza a outros irmãos. 

Nenhum comentário: