segurança

segurança

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Mágica Belezinha: Quando 9 Portas Viram 54 na Hora de Cobrar a Conta

Mesmo com o secretário Adjahilson Souza (adjunto da SAGRIMA), tendo todo cuidado de evitar palavras como superfaturamento, fraude e irregularidades – no dia 25 de junho, quando esteve na Câmara Municipal – o relatório sobre a obra do Mercado Público que a prefeitura toca em convênio com o Estado traz detalhes que se traduzem o padrão de enganar ou incluir serviços artificialmente nas planilhas de obras.

De acordo com o relatório na despesa da obra a prefeitura incluiu a retirada de 54 portas, onde só seria possível caber 18 e que ao final só 9 foram confirmadas com base em fotografias. “No item que se refere à ‘retirada de porta’, consta no orçamento a retirada de 54 unidades, entretanto, no projeto só existem 18 unidades, sendo que os registros fotográficos mostram só um lado poderá ter porta, ou seja, 09 unidades”, aponta o relatório da SAGRIMA.


Entre dúvidas e suspeitas a reforma do mercado encontra-se paralisada, inacabada e o Governo do Estado deve, nos próximos dias, mandar auditar todos os seus convênios com a prefeitura de Chapadinha. 

Nenhum comentário: