segurança

segurança

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Em Nota: Deputado Levi Pontes Divulga Documentos e Lamenta Uso Político de Homenagem ao Padre Neves


Em resposta a postagens da maioria dos blogs ligados ao governo municipal, incluindo o do secretário de comunicação, o deputado Levi Pontes / SD divulgou nota com documentos que confirmam posição favorável a homenagem ao Padre Neves e lamentando a utilização política sobre o tributo. Segue a nota.  

“1 – Lastimo novamente vir a público desfazer falsas informações, divulgadas por comunicadores pagos pela prefeita Belezinha contra o mandato que exercemos de forma digna e atenta aos interesses do Maranhão e de Chapadinha;

2 – Tanto não procede a informação de que tenha, de alguma forma tentado alterar o nome proposto para o Hospital Regional de Chapadinha, que apresentei indicação no dia 8 de outubro, que após aprovada e publicada no Diário Oficial será por mim encaminhada ao governador Flávio Dino, que já nos garantiu manter a justa homenagem ao Padre Manuel Neves. (Veja cópia da Indicação e do Recibo de Envio da Proposição);


Indicação de Levi Mantendo Homenagem e Recibo da Proposição

3 – A Indicação se fez necessária porque projetos de autoria de parlamentares atribuindo nomes às novas Unidades de Saúde foram, sem exceção, considerados inconstitucionais e anulados; (Veja Cópia da Pauta da Reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia);


Pauta da Reunião da Comissão de Constituição e Justiça e Vetos aos Projetos 

4 – Reposta a verdade, faço um apelo à prefeita Belezinha e seu grupo para que deixem de usar o nome de pessoas importantes e queridas de Chapadinha para se promover, para que elevem o nível do debate político e deixem a disputa eleitoral para o seu momento devido”.

Levi Pontes de Aguiar, Deputado Estadual 

2 comentários:

RAIMUNDO NONATO DE ALMEIDA disse...

Nao sou contra a homenagem ao padre Neves-um português...,se nao me falha a memória já existe uma homenagem,um hospital deveria ser colocado nome de médicos,vejamos o medico Dalton Correia nobre,que realizou diversas cirurgias em residências na casa do professor naquilo na casa do Zé Almeida foi feito uma vezaria na esposa do mecânico cantador todos as operações com êxito,a enfermeira Maria do Carmo gomes,também esquecida,mas os politocos de nossa terra esquece de tudo,vejamos o esquecimento com o inesquecível padre Walter de Castro Abreu que construí a igreja matriz e fundou o colégio paroquial o melho da época,hoje nos temos professores,médicos,advogados,geólogos e por nao falar secretario de estado,mas a chapa e assim ,nos temos uma rua com o nome de um tocador de viola.

RAIMUNDO NONATO DE ALMEIDA disse...

Nao sou contra a homenagens ao padre Neves - um português ...,um hospital deveria ser colocado o nome de um medico,para isso temos nome do medico dantom Correia Nóbrega,que realizou diversas cirurgias em residências,onde mora hoje o professor baquil,na casa do sr.zeze Almeida fez uma sesaria na esposa do mecânico cantador assistido pela enfermeira Maria do Carmo gomes grande mulher.os políticos esquecem de tudo,vejamos o esquecimento também com o padre Walter de Castro Abreu que construir a igreja matriz e fundou o colégio paroquial o melhor da época,que hoje temos formados que passaram por lá ,como médicos,prof.advogados,geólogos...