segurança

segurança

sábado, 14 de novembro de 2015

Sem Convite Belezinha Gera Constrangimento no Almoço do Barulho


“Não acredito que essa... (termo impublicável) vai ter coragem de sentar aqui entre nós”, disse o vereador Marcelo Menezes na chegada da prefeita Belezinha em almoço oferecido pela oposição local ao secretário Clayton Noleto, no restaurante Kid, na última quinta-feira.

Enquanto Marcelo ameaçava sair e o deputado Inácio observava a cena com cara de assustado, Belezinha sentava-se ou lado do vereador Eduardo Sá e de frente para este blogueiro que vos escreve.

Experiente, mas também desconfortado com a presença da prefeita que considera traidora, o ex-prefeito Isaías pedia calma a Marcelo e disse que só não se retiraria do local em consideração ao vereador Baleco, Irmão Gomes e ao deputado Levi que haviam lhe convidado.

Evidente que me surpreendi com a presença de Belezinha em nossa mesa sem haver sido convidada, mas não vi nada demais até medir a repercussão de fotos postadas em redes sociais e matéria do Blog do Foguinho. Internautas protestaram duramente contra a presença de políticos adversários na mesma mesa e até eu tive que dar explicações a meus queridos leitores.

“Digo duas coisas, aliás, três: não sou inimigo de ninguém, minha educação não permite que eu seja deselegante com adversários e a linha do meu blog não “abera” um milímetro de manter oposição à prefeita” respondi assim no Facebook.

O episódio me mostrou que o mesmo cidadão que questiona a falta de união dos políticos em favor da cidade é o mesmo a repudiar civilidade. Se o vereador Marcelo Menezes e Isaías tivessem se retirado, por solidariedade e sem titubear, eu os acompanharia.


Fomos civilizados e caíram matando. Se tivéssemos saído também seríamos criticados. Não podendo agradar a todos, lá estive porque fui chamado e permaneci porque sou educado. Vida que segue.

2 comentários:

Francisco Silva disse...

Sinceramente, Alexandre, pelas fotos dá pra ver que a Prefeita não causou constrangimento a ninguém. Pelo contrário, pelas foto dá pra ver que ela é que sofreu constrangimento. Só o sorriso debochado de uma pessoa que está perto dela, por si só já é constrangedor, por demais. O tema acima que você escreveu-, sobre o qual estou tecendo este comentário é muito mais constrangedor ainda. Acho que isso não fica bem para um homem educado como você. Francisco C. da Silva

Alexandre Pinheiro disse...

Dificilmente alguém que não estava lá poderia medir o constrangimento por fotos. Ir sem ser convidado talvez o máximo em educação e elegância não é mesmo?