sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Sem Pudor! Lojas de Belezinha Continuam Fornecendo Pra Prefeitura e Governo Funil Debocha da Justiça


No começo do governo, a prefeita Belezinha tinha tanto medo que descobrissem que suas empresas ganhavam dinheiro da prefeitura de Chapadinha, fato tão ilegal quanto imoral, que ela chegou a cobrir logomarca e até a placa de uma caçamba de sua propriedade com fita adesiva num caso que acabou ganhando repercussão estadual e foi reproduzido por vários blogs de São Luís.

Camuflagem do Caminhão de Belezinha / Janeiro de 2013


Passados três anos sem nenhuma providência a que se tenha tido conhecimento a atuação das empresas de propriedade de Belezinha são tão corriqueiras e acintosas que já não há qualquer tentativa de esconder a ilegalidade e flagrantes são registrados a toda hora.

Scania de Belezinha e dados do Veículo em Janeiro de 2016

O caso mais recente aconteceu na Escola Manoel José de Santana em que uma carreta em nome de Belezinha e um carro com a logomarca da empresa Júnior Construções, de propriedade da prefeita, são flagrados descarregando material de construção para obra da Escola Manoel José de Santana em plena manhã desta sexta-feira, 22 de janeiro.

O carro com a logomarca da Júnior Construções já foi pego entregando material em outras ocasiões. A novidade é a Scania vermelha, Placa NFN 4961, registrada em nome de MDP Cordeiro Comércio, empresa de propriedade da gestora municipal que leva seu nome próprio e completo: Maria Ducilene Pontes Cordeiro.

A repetição dos flagrantes das empresas de Belezinha fornecendo material para a prefeitura que ela mesma dirige consagrou à sua gestão o apelido de Governo Funil, onde todo o dinheiro público é escoado para as empresas dela e chama atenção para a imaginação da cena pitoresca da Belezinha prefeita que deveria buscar preços mais justos a bem da economia municipal negociando com Ducilene empresária que tem o propósito de aumentar o lucro ao máximo que puder. O leitor deve bem imaginar qual das duas Belezinhas sairá vencendo tais negociações.

Com o preço estipulado pela Belezinha empresária, a Belezinha prefeita é capaz de fazer uma escola pelo preço de duas e a sociedade só perde enquanto o esquema sistemático de beneficiamento das empresas privadas da prefeita prossegue sem qualquer cerimônia até que quem sabe um dia cause vergonha ao Ministério Público, Tribunais de Contas, Câmara de Vereadores e outras autoridades que deferiam fiscalizar e coibir tais abusos.        
Veja Vídeos da Entrega do Material

video
video

Nenhum comentário: