segurança

segurança

terça-feira, 17 de maio de 2016

Belezinha Nega Ser Dona da Júnior Construções e Promotoria Arquiva Denúncias

Belezinha Comandando Natal da Loja que Jura não Ser Sua

Um ofício da Promotoria de Justiça de Chapadinha em resposta ao vereador Marcelo Menezes / PRP sobre denúncias de fornecimento de material pela empresa Júnior Construções à administração municipal, mostra o quanto a prefeita Belezinha tem liberdade para agir como bem quer no trato da prefeitura, misturando negócios privados com a coisa pública, sem sofrer fiscalização.
Utilizando farto material fotográfico e de vídeo publicados por este o blog o vereador Marcelo fez a denúncia de que a empresa Menezes e Pontes & Cia (Júnior Construções) estaria fornecendo para a prefeitura, mais precisamente em obra da reforma da Escola Manoel José de Santana.
Pelo que se entende da resposta do Ministério Público de Chapadinha – apesar dos reiterados flagrantes em vídeo e fotos – um simples ofício de Belezinha bastou para que a promotoria determinasse o arquivamento de denúncia. “Em resposta ao nosso expediente, foi-nos enviados pela prefeita Municipal de Chapadinha, o ofício nº 025/2016-GAB de 02/02/2016, onde  gestora municipal (Ducilene Belezinha) informa que não pertence sob qualquer forma do quadro societário da empresa Menezes e Pontes & Cia. Afirmou ainda que o município de Chapadinha, na atual gestão, jamais adquiriu qualquer bem ou material da empresa acima referida”, relata a promotoria de Chapadinha.
Ofício da Promotoria de Chapadinha 
“Portando, observa-se que não se configurou como verdadeira a informação no blog referido (blog do Alexandre), nem a denúncia (do vereador Marcelo) endereçada a esta Promotoria de Justiça. Diante do exposto, resolvo promover o arquivamento desta Notícia Fato”, decidiu o Ministério Público.
No resumo da história a promotoria de Chapadinha acreditou que a loja não é da prefeita e que a Júnior Construções nunca forneceu material à prefeitura com base em mero ofício emitido pela própria gestora que seria alvo de investigação.
Enquanto toda cidade sabe que a loja Júnior Construções pertence a Belezinha e sua família e não há quem não tenha visto os carros da empresa desembarcando produtos em obras do município o Ministério Público com um ofício de Belezinha manda arquivar o caso. Veja o quadro de fotos abaixo. 
Comparando, é como se os procuradores da Operação Lava-Jato tivessem desistido de investigar o Petrolão - na fase inicial - com base em um ofício da Petrobras assegurando honestidade em todas as operações da estatal.
Essa é a fiscalização que temos.    
Fotos em Diversas Obras e Até Nota de Entrega Evidenciam Negócios entre Loja de Belezinha e Prefeitura 
Nota de Entrega ao HAPA
  
Obra da Praça da Bíblia

Escola do Povoado Conceição 

Escola Amélia Mendes
    

Nenhum comentário: