Publicidade

Publicidade

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Belezinha Quer Ser Deputada em 2018


Nem tudo é soberba, dor de cotovelo, perseguição e fuga da realidade depois da derrota. Há certa lógica política nas últimas ações de Belezinha. Da vã esperança de que venha a assumir a prefeitura às nomeações de apaniguados em período vedado e furando a fila do concurso a prefeita faz jogo politiqueiro e a falta de transição acompanha a encenação armada por ela.   

Ao manter seus eleitores na ilusão de que pode continuar no comando da prefeitura sabe-se lá como, Belezinha busca manter os aliados em permanente embate com o grupo de Magno evitando debandadas de momento e garantindo coesão para o futuro.

Sabendo que notas na imprensa ou boatos de rua não influem em decisões judiciais eleitorais em altas cortes como TRE e TSE, a indústria de fofoca e especulações lançadas por comunicadores ligados a Belezinha seguem a mesma lógica da inutilidade para mudar o resultado das urnas ou constranger magistrados, servindo tão somente para o projeto político que a prefeita deseja construir para 2018.

No mesmo tom seguem as nomeações ilegais que a gestora lança mão depois que pegou 3.600 votos nas costas. Tem-se notícia de gente que passou na 67ª colocação assumindo no lugar de quem se classificou em 8º lugar e, sabendo que tais nomeações não resistem ao primeiro recadastramento, a prefeita tenta jogar o desgaste das demissões na conta do prefeito Magno, que será obrigado a fazer, a partir de janeiro.

Ao se comportar como se o mundo fosse acabar em 31 de dezembro deste 2016,  Belezinha quer mesmo é pular 2017 para que em 2018 dispute uma cadeira na Assembleia de olho na imunidade do cargo de deputada estadual. Ela vai precisar.   

Nenhum comentário: