Publicidade

Publicidade

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Falta Um Voto para Afastar Belezinha, Dizem Vereadores


Os vereadores Eduardo Braga / PT e Eduardo Sá / PRTB divulgaram nota listando graves denúncias contra a prefeitura, declarando faltar apenas o voto de um vereador para afastar Belezinha antes de janeiro e conclamando a população a cobrar posição da Câmara sobre os problemas agravados com a derrota eleitoral da atual gestora.

“Nossos telefones e os de outros vereadores não param de receber mensagens e telefonemas com número cada vez maior de denúncias contra essa gestão em fim de mandato. A demissão de contratados e a convocação de aliados aprovados no concurso desrespeitando a ordem de classificação são os abusos mais relatados nas últimas horas. Em parceria com o sindicato, todos esses casos estão sendo acompanhados e juntadas as provas para tomar as medidas judiciais cabíveis”, disseram.

“Mas não basta punir o erro que acontecer, é necessário impedir que ele aconteça. A prefeita rejeitada não pode ficar com um cheque em branco para fazer o que quiser livremente, inclusive tentando inviabilizar financeiramente o futuro governo”, completam.

“Nós, vereadores que estamos concluindo a legislatura, devemos honrar o compromisso de zelar pelo município até o final dos nossos mandatos e por isso protocolamos requerimentos de informação para averiguar essas e outras denúncias”, continua a nota de Braga e Sá.

“Mas é costume desta gestão não responder os requerimentos que apresentamos e dos atuais secretários não atender o chamado da Câmara para prestar esclarecimentos à sociedade”.

De acordo com os parlamentares falta apenas um voto para afastar a prefeita do cargo. “É neste estado de coisas, que estamos sendo chamados a nos posicionar sobre um pedido de abertura de comissão processante contra a atual prefeita. Em rápida conversa com outros parlamentares, constatamos que já há nove vereadores favoráveis à aceitação da denúncia, mas é necessário um décimo voto para abrirmos essa investigação. Só um posicionamento da sociedade pode fazer com que a Câmara impeça a ainda prefeita de entregar o município num estado de caos administrativo”, finalizaram os vereadores Eduardo Braga e Eduardo Sá.


Nenhum comentário: