Publicidade

Publicidade

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Buriti: Presidente da Associação de Sojicultores do Baixo Parnaíba Acusado de Comandar Destruição de Roça de Agricultor


O jornalista Mayron Borges, do Fórum Carajás de Defesa dos Direitos Humanos, denunciou o presidente da associação dos sojicultores do Baixo Parnaíba, André Introvini, de promover destruição de roça do agricultor Vicente de Paulo da localidade Carrancas de Buriti, por conta de um conflito agrário.

“Vicente de Paula é um agricultor familiar no povoado Carrancas, município de Buriti. Ele vive com a esposa, um filho e dois netos numa propriedade de 150 hectares de Chapada. Como a área é relativamente grande, o Vicente e seus familiares fazem roças rotativas. Em um ano, eles roçam e plantam uma pequena área, que depois de colherem, só voltarão depois de dez anos. Ou nem voltam’, relata o jornalista.

“Algumas áreas viraram verdadeiras florestas e a família do Vicente decidiu que não roçam mais nelas. No dia 16 de janeiro de 2017, Vicente cuidava sozinho da roça em uma área um pouco distante de sua casa quando escutou um ruídos. Assustou-se e correu para sua casa. Voltou e viu sua roça toda bagunçada”, contou Mayron.

“Quem está por detrás desse ato é o André Introvini, presidente da associação dos sojicultores do leste maranhense, e seu pai Joao Gabriel Introvini que foram vistos perto da casa do Vicente na hora em que as pessoas bagunçavam a roça. Por mais de dez anos, a família Introvini pressiona agricultores de Buriti para que vendam suas posses na Chapada”, prossegue a denúncia.

Desobediência à Justiça
“Vicente é um dos poucos que resiste a pressão. Em 2013, a justiça concedeu uma liminar de interdito proibitório favorável ao Vicente e contra o André Introvini que quis derruba-la várias vezes e não conseguiu. A decisão ainda vale e a ação dos funcionários dos Introvini na roça do Vicente foi um desrespeito a justiça maranhense” finaliza o relato, que segundo o jornalista é um pedido de socorro à família do pequeno agricultor.

Procurado pelo blog desde ontem, o sojicultor André Introvine não respondeu às nossas mensagens.

Nenhum comentário: