Publicidade

Publicidade

terça-feira, 21 de março de 2017

As Trombadas Contra Vera e Seus Interesses Ocultos

Presidente Vera ao lado de Magno Bacelar

O comando da Câmara Municipal de Chapadinha pela Professora Vera tem sido de longe o mais combatido dos últimos tempos e isso não acontece somente pelo poder do cargo ou pela forma atípica como ela venceu a eleição.

Vera superou vereadores mais antigos e que se achavam mais espertos, colocou no bolso apadrinhados da ex-prefeita Belezinha e driblou nomes da preferência do prefeito Magno, mas tudo isso é apenas pano de fundo da oposição que a presidente enfrenta.

Da colocação em pauta e agilização de matérias do interesse do prefeito aos recursos administrados mensalmente (algo em torno de 7% do FPM) a chefia do poder legislativo tem seus atrativos em Chapadinha e em qualquer município do Brasil, a vontade de tirar a Professora Vera, contudo, tem motivações mais elevadas.

Por trás das trombadas contra Professora Vera está – principalmente – a expectativa de que o presidente da câmara, seja quem for, possa assumir a prefeitura em caso de vacância decorrente do recurso pelo qual a ex-prefeita Belezinha ainda tenta cassar o prefeito Magno e mudar o resultado de outubro em nova eleição.

Se remota possibilidade vagar o cargo de prefeito com base nas decisões da Zona Eleitoral e do TRE, mais improvável ainda, por absoluta falta de tempo, é que consigam tirar Vera antes do julgamento do TSE.

Já se a conspiração continua, isso vai depender do tamanho da omissão ou do aval de Magno aos desafetos da presidente Vera que tem sido leal ao seu governo.     



Nenhum comentário: