quinta-feira, 5 de março de 2015

Ativista Social Denuncia Ataque Racista em Blog de Chapadinha



O militante social Juvenal Neres Souza, que é Coordenador Estadual da ONG Articulação do Semiárido Brasileiro - ASA Brasil, usou sua página do Facebook para denunciar prática de racismo contra ele por meio de postagem em blog e redes sociais.

Neres que costuma criticar a prefeita Ducilene Belezinha, acusa o professor, ex-sindicalista e atual assessor da secretaria de cultura do município, Enedilson Santos como autor da injúria racial por meio de um blog de humor por ele mantido. “Como muitos de vocês acompanham, por conta de minhas posições políticas, já fui alvo de muitas ofensas aqui nesta Rede Social, mas nenhuma me entristeceu tanto quanto a que ilustra esta postagem. A ofensa foi tão fortemente sentida que preferi o silêncio, talvez para não propagar a humilhação. Inicialmente apenas denunciei a imagem no Facebook como prática de racismo e solicitei ao moderador do Fórum de Discussão de Chapadinha que a retirasse, o que foi prontamente atendido”, diz Juvenal Neres em nota.

Juvenal falou de seu constrangimento, ressaltou ter levado o caso às autoridades e lamentou a postura do professor. “Depois resolvi fazer valer meu direito e registrei queixa na Delegacia de Polícia contra o blogueiro autor da montagem racista e pretendo levar até o fim o processo judicial contra meu agressor, que infelizmente é educador deste município, ex-líder sindical e filiado ao Partido dos Trabalhadores, assim como eu”, relatou o militante.

Na parte final da nota, o militante relatou sua indignação, fez menção a manifestações racistas noticiadas em nível nacional e voltou a condenar a agressão idealizada por um educador. “Apesar do constrangimento pessoal, refleti que não tenho o direito de calar, pois, quando um torcedor contrário agride um atleta de forma racista ele não insulta apenas o individuo, mas milhões seres humanos que merecem respeito e agressões assim, ainda que impensadas, já foram intensamente condenadas pelo povo brasileiro em vários momentos”, lamentou. “Agora suporto a dor de rever minha face retratada de forma tão vil no aguardo do que a sociedade tem a dizer sobre o gesto planejado, arquitetado e praticado por um professor e formador de opinião” finalizou o ativista.     

Professor Justifica Publicação

Em comentário no Facebook, o usando a personagem “Jabiraca Santos”, o professor Enedilson Santos se disse também ofendido e vítima de preconceito por ser deficiente e negou racismo, mas insinuou que Juvenal Neres não merece respeito. “Por inúmeras vezes o ENEDILSON foi agredido nesse espaço (Facebook)! No início o Neres colocava áudio, o marcava e caia em cheio em piadinhas e ataques pessoais”, comentou.   

Depois da queixa na Delegacia a postagem também foi retirada do Blog. 

Registro da Denúncia de Neres Souza 

Propinas do PMDB Sepultam Refinaria de Bacabeira

A Refinaria de Bacabeira esteve envolvida nos esquemas de propina de políticos do PMDB citados na Lava Jato. A informação foi revelada na tarde de ontem (04) pelo jornal O Estado de São Paulo ao afirmar que pelo menos dois dos empresários presos pela Polícia Federal afirmaram em delação premiada que a Refinaria de Bacabeira fez parte dos esquemas para concessão de propina a políticos do PMDB. O elo é o atual presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), aliado histórico da família Sarney no Maranhão.
A reportagem conta que o doleiro Alberto Yousseff afirmou que o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, ganhou propina de 30% sobre o montante desviado de um dos itens das obras, relativo à terraplanagem da Refinaria. Foi Paulo Roberto que veio ao Maranhão em 2010 a convite de Roseana Sarney e do ex-ministro Edison Lobão para lançar a pedra inaugural da obra. A Fidens, fundada em 1968, fica em Minas.
De acordo com Youssef, o ex-diretor Paulo Roberto Costa – na foto ao lado de Roseana e Lobão – levou propina de 30% na terraplanagem da Refinaria de Bacabeira.
Segundo Youssef, a licitação da terraplanagem ocorreu entre 2010 e 2011 “sendo acertado que as vencedoras seriam a Galvão Engenharia, Serveng e Fidens”. Ele afirmou que “ficava sabendo antecipadamente” o nome das empresas que ganhariam as licitações no âmbito da Premium I. O doleiro contou que “foram feitas reuniões” em seu escritório em São Paulo, na Avenida São Gabriel, Itaim Bibi. Nem a Serveng e nem a Fidens são acusadas de participar do cartel de empreiteiras que atuava na estatal.
Ficou acertado, segundo o delator, o pagamento de comissão de 1% sobre o valor do contrato. Os repasses teriam sido iniciados seis meses depois do início da obra. Ele falou sobre uma reunião com a Galvão Engenharia, representada na ocasião pelo executivo Erton Medeiros, alvo da Lava Jato. Segundo a reportagem, a indicação das empresas que sabiam antecipadamente que venceriam a licitação foi feita por um deputado de Minas Gerais, Luiz Fernando (PP-MG).
Outro delator do caso foi o engenheiro da empresa Galvão Engenharia, que afirmou em seu depoimento que a Refinaria Premium foi alvo de propinas na época de seu lançamento. Após as denúncias de irregularidades nas obras e nos contratos, a Petrobrás decidiu paralisar as obras no Maranhão, dificultando a instalação do empreendimento que geraria milhares de empregos dentro do Estado.
Orçada em R$ 20 bilhões, a Refinaria Premium I em Bacabeira, a 60 quilômetros da capital São Luís, foi projetada para operar como a maior refinaria da Petrobrás, mas está com as obras inacabadas e com problemas de execução.

quarta-feira, 4 de março de 2015

Ex-Deputado Pontes de Aguiar é Homenageado nos 180 Anos da Assembleia Legislativa



O ex-deputado Antonio Pontes de Aguiar (foto) foi um dos homenageados da Sessão Solene que marcou a passagem dos 180 anos da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, no dia de hoje.

Detentor de 7 mandatos de deputado estadual, Pontes de Aguiar recebeu da Presidência da Assembleia uma placa em agradecimento por sua contribuição ao Parlamento Estadual.

Durante a solenidade Antonio Pontes de Aguiar concedeu entrevistas a diversas emissoras, recebeu o carinho de deputados, ex-deputados e funcionários da Assembleia e foi calorosamente cumprimentado pelo governador Flávio Dino.

Homenagem do Presidente
O presidente da Assembleia, deputado Humberto Coutinho / PDT encerrou a Sessão Solene fazendo referências a Pontes de Aguiar e Levi Pontes. “O deputado Pontes de Aguiar foi um deputado atuante, hoje está aqui nesta Casa substituído pelo deputado Levi, que é um colega nosso, médico também e um deputado atuante. Queria agradecer a todos pelas presenças. Para nós foi muito importante poder contar com a presença de todos vocês, principalmente meus colegas deputados que prestigiaram essa homenagem dos nossos 180 anos. Neste momento, eu só quero agradecer”, encerrou o presidente Humberto Coutinho.

Fotos da Homenagem a Pontes de Aguiar 

Pontes de Aguiar Entrevista

Levi, Rigo Teles, Pontes e ex-deputados

Antonio Pontes Conversando com Repórteres

Pontes Entre Deputadas e ex-parlamentares 

Governador Flávio Dino e Edivaldo Holanda Saúdam Pontes de Aguiar

Levi, Pontes, Paulo Neto e Isaías Fortes

Levi Pontes Destaca Novo Perfil do Programa Mais Médicos


Convidado a participar da solenidade de recepção aos 118 médicos que atuarão em 39 municípios do Estado pelo programa “Mais Médicos”, representando a Assembleia, o deputado Levi Pontes / Solidariedade fez questão de ressaltar a importância do programa e destacar a mudança do perfil dos médicos que atuarão na nova etapa.
“Extremamente importante, é um programa federal e nós aqui no Maranhão criamos o Mais Médicos Maranhão”, disse. “Fico muito feliz inclusive com a mudança do perfil desses médicos, hoje a gente sabe que mais de 90% desses médicos são brasileiros, o que facilita enormemente até a compreensão, o diálogo, as queixas dos próprios pacientes”, completou o deputado Levi Pontes, que também é medico.
Levi também falou da importância do Programa Mais Médicos na assistência às comunidades mais distantes dos grandes centros urbanos. “É um programa que vem suprir uma extrema necessidade, nossa do Brasil e do Nordeste que é dificuldade de levar médicos aos municípios mais distantes, porque o Maranhão é muito grande”, finalizou o parlamentar, ressaltando que além dos médicos o programa ainda prevê criação de cursos e faculdades de medicina, aumento de vagas nas universidades e investimentos em estruturas físicas de unidades básicas de saúde, já em andamento.
Levi Pontes Presente em Solenidade

Deputado Levi Pontes e Ministro da Saúde Arthur Chioro
Ainda durante a solenidade o deputado Levi conversou com o governador Flávio Dino e com o ministro da Saúde, Arthur Chioro sobre os problemas de saúde de Chapadinha e da Região do Baixo Parnaíba. De acordo com Levi o Ministro da Saúde deve recebe-lo em audiência, em Brasília, para debater melhorias para o sistema de saúde da Região.
A recepção aos profissionais da saúde que iniciarão os trabalhos no Maranhão já esta semana aconteceu na tarde desta terça (03) no auditório da Universidade Federal do Maranhão.

Márcia Peita Belezinha, Cassação da Prefeita, Bíblia e Outras Notas


Márcia Peita Belezinha
A presidente da Câmara Municipal Márcia Gomes / PR (foto) cumpriu a palavra e garantiu a transmissão das sessões, inicialmente pela Rádio Cultura FM. A Mirante ainda não estaria transmitindo por pressão da prefeita. Belezinha fez um vultoso contrato com o sistema Mirante, tipo “porteira fechada” que não admite críticas por mais leves que sejam, nem a participação de qualquer opositor na programação. Márcia segue enfrentando pressões para retirar os colegas do ar. 

Roma e Bíblia
Num enredo que incluiu estratégia para retirar ambulantes (prazo de 120), uma construtora chamada Roma que o leitor ainda vai ouvir falar muito dela, a obra da reforma da Praça da Bíblia, orçada em 277 mil reais ainda vai render muito assunto.

Cassação da Prefeita
Interessado direto na cassação da prefeita Belezinha, o vereador Marcelo Menezes / PRP , filho da vice-prefeita Raimunda Maria, obteve apoio de um importante escritório de advocacia com sede em Brasília que prepara uma série de ações contra a gestora municipal. De acordo com os advogados as provas são robustas e a queda da prefeita seria uma questão tempo.

86% de Obras Inacabadas
Levantamento feito pela Secretaria de Educação do Maranhão identificou que, embora o governo de Roseana Sarney tenha recebido 220 milhões de reais em recursos do BNDES para reformar, ampliar e construir 124 escolas, Roseana deixou 107 obras inacabadas – ou seja, apenas 17 foram concluídas, o equivalente a 13,71% do total previsto. Uma das escolas em estado precário e com a reforma inacabada, por ironia do destino, chama-se Roseana Sarney Murad. (Radar Online) 

terça-feira, 3 de março de 2015

Deputado Levi Pontes Inicia Trabalho nas Comissões da Assembleia


Membro de três Comissões permanentes da Assembleia Legislativa, o deputado Levi Pontes / Solidariedade começou os trabalhos ao participar da primeira reunião ordinária da Comissão de Saúde, que teve destaque no noticiário do Parlamento Estadual.

“As Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e a de Saúde fizeram reuniões separadamente, nesta terça-feira (3), para definir as pautas de atuação e dias para os encontros. As duas comissões acertaram que as reuniões acontecerão sempre às terças-feiras, antes da sessão ordinária da Assembleia” destacou o site da Assembleia.

Na Comissão de Saúde participaram o presidente Stênio Rezende (PRTB) e os deputados Fábio Braga (PTdoB), Andréa Murad (PMDB) e Dr. Levi Pontes.

Stênio Rezende pediu aos demais integrantes para participar ativamente das reuniões, a fim de evitar que os pareceres a projetos pertinentes à comissão sejam feitos por outras comissões da Casa.

Nesta quarta-feira, 04 de março, o deputado Levi Pontes participa de reuniões das Comissões de Segurança Pública e de Orçamento, Finanças, Fiscalização e Controle.  

segunda-feira, 2 de março de 2015

Cajazeira o Gênio do Povo


Quando chegou em Belém, para gravar seu primeiro CD, perguntaram a Tony Cajazeira onde estavam as letras e as partituras das músicas, quando ele colocou o indicador em direção à cabeça e disse: “tão tudo aqui!”

A surpresa do cara da gravadora deve ter sido a mesma do público de Chapadinha quando ouviu o que saía daquela cabeça iletrada e genial. Naquele final dos anos 90 Cajazeira vendia CDS e lotava festas.

Basta ouvir as músicas para sacar que Cajazeira não tem comparação, cantava as coisas do povo com fidelidade e humor. Hoje que ele sai de cena neste plano, talvez fosse o caso de lamentar qualquer injustiça ou falta de reconhecimento, mas não, Cajazeira merece ser lembrado sem tristeza ou pieguice.

Cajazeira é autenticamente adorado por gente simples como ele e isso é maior que a ausência e mais forte que a morte.