terça-feira, 17 de maio de 2022

“Vereadores Ganhando Dinheiro do Magno Para Não Votar Contas?”


 

Ao falar sobre as contas do ex-prefeito Magno Bacelar, que foram reprovadas por parecer do Tribunal de Contas do Estado, e que se encontram prontas para julgamento definitivo na Câmara Municipal de Chapadinha, o vereador Itamar Macedo, disse ter sido questionado por eleitor nos seguintes termos: “Vem cá Itamar, vocês tão é ganhando dinheiro do Magno para não votar essas contas?”, declarou, repetindo indagação de eleitor e pedindo para o presidente colocar as tais contas em julgamento.

Logo em seguida, ainda em sua fala, Itamar disse desconhecer o motivo do não julgamento, mas rechaçou qualquer acordo financeiro. Nada indica mesmo que haja acordo concreto, mas o engavetamento das contas dura quase quatro logos anos e sugere que Belezinha e Magno têm interesses comuns pelo não julgamento das contas que poderia tornar o ex-prefeito inelegível.

Diante do quadro, e na medida em que só quando vereadores de oposição encaixam alguma crítica mais consistente, as contas de Magno são lembradas apenas como ameaça, algo há!

A lógica é a seguinte: Magno não quer nem ouvir falar em julgamento de contas e Belezinha usa a ampla maioria que tem no parlamento para amansar a oposição. O acordo é subintendido mas funciona. As contas engavetadas não atrapalhariam as candidaturas de Magno – tanto deste ano, de federal que em nada prejudica projeto de  Aluízio, quanto uma futura de prefeito (em 2024) que serviria para, novamente, dividir os votos da oposição e facilitar reeleição da atual prefeita, que ganha de brinde uma oposição freada, dócil e quase amiga na Câmara.

Veja Abaixo a Fala do Vereador Itamar



sexta-feira, 13 de maio de 2022

Brandão: Muita Briga por Cargos e Pouco Governo para Chapadinha e Região


 

Quase dois meses do governo Brandão e a única coisa que melhorou foi a rivalidade entre os grupos políticos aliados dele, numa disputa sem trégua e sem limites pelos cargos da regional de Chapadinha.

De concreto temos a troca na Ciretran, saiu Márcia Portela (indicação de Isaías) e entrou a ex-secretária de educação Marize Bacelar (irmã e indicação do ex-prefeito Magno). Dr. Magno já colocou o ex-secretário (de obras) Nick Santana como assessor na secretaria de turismo e ainda tenta emplacar a esposa do vereador Júnior Carneiro na Regional de Saúde do Estado.

Brandão teria oferecido a Regional de Educação para Higor que ainda não teria confirmado se aceita o cargo nem teria definido o nome para ocupar a vaga.

Na dança das cadeiras regionais, Chapadinha acabou perdendo a superintendência de articulação política para Brejo. Segundo informação de fonte do Palácio, Marcelo Marinheiro deixou o cargo que deve ser indicado por grupo político de Brejo.

Em compensação à perda da Regional de Saúde, ex-prefeito de São Benedito, Maurício deve recuperar o comando do Hospital Regional e o ex-vereador Marcelo Menezes é cotado para ficar na chefia da CAEMA.

Na mexida do Viva Cidadão sai Danilo Araújo (que era indicação do deputado Paulo Neto) e especula-se que o(a) ocupante do cargo será uma chapadinhense indicada pelo deputado Duarte Júnior. Pra fechar o Restaurante Popular teria sido reservado para a ex-vereadora Márcia Gomes.

Com disputas que beiram ao vale-tudo, o governo Brandão até aqui só serviu pra aumentar brigas de aliados com muita chance de piorar significativamente a qualidade dos gestores locais. Talvez depois da eleição algo de bom seja anunciado pra Chapadinha e região.     

Suspeita de Fachada: Empresa de Informática Faz Cerimonial, Ministra Cursos, Vende Enfeites e Faz Estradas em Chapadinha

Sede da Empresa I L NEGÓCIOS

 

No folclore dos negócios entre prefeituras e fornecedores maranhenses é comum se arrumar firmas que conseguem fornecer de bainha pra foice a prestar serviço de aluguel de ônibus espacial para viagens interplanetárias. Em Chapadinha temos um caso destes que chamou muito atenção: trata-se da empresa I. L. NEGOCIOS E SERVIÇOS LTDA, que foi criada em 2011 para atuar no ramo do comércio varejista especializado em equipamentos e suprimentos de informática, mas que entre 2021 e 2022 celebrou contratos e recebeu verbas por fornecimento de enfeites de natal, serviço de cerimonial, vendeu sistema de contabilidade, realizou cursos e teria trabalhando na recuperação de estradas.

A sede da empresa fica na Avenida Presidente Vargas, mas – nas seguidas vezes em que foi ao local – nossa reportagem encontrou o escritório sempre fechado (foto da capa). A empresa pertence um conhecido aliado da prefeita Belezinha, que era originário do grupo político do deputado Paulo Neto e que não vamos citar o nome porque estamos aguardando um posicionamento dele. 

Os primeiros contratos obtidos pela I L NEGOCIOS foram para prestar serviço de cerimonial e organização de eventos.  Somados os contratos de cerimonial chegaria a mais de um milhão nos anos de 2021 e 2022. (abaixo pagamentos de cerimonial) 




Além de organizar eventos, a I L NEGOCIOS também vende sistemas de contabilidade. No caso em questão o sistema saiu por 47 mil reais, em que a aquisição não precisou de licitação porque terminou ficando abaixo de 50 mil reais, print abaixo. 





Depois do Cerimonial e da venda do Sistema de Contabilidade a I L NEGOCIOS aparece vendendo enfeites de natal e realizando curso de formação profissional. A decoração natalina ficou igualmente nos 47 mil abaixo do limite da exigência da licitação e o curso de formação custou R$ 27.720,00.


Ornamentação Natalina



Somando-se ao cerimonial, curso de formação, enfeites de natal, sistema de contabilidade os negócios da I L  agora alcançam o ramo da construção civil, obtendo contratos de revitalização de estradas entre fevereiro e março deste ano recebendo mais de 500 mil reais pelos supostos serviços. Um contrato por R$ 130.213,97 e outro por R$ 396.645,00. (abaixo, homologação do contrato e reprodução de pagamentos de estradas)





Outro Lado

A prefeitura de Chapadinha, apesar de insistentemente procurada, adota por prática não comentar matérias desta página. Nosso blog entrou em contado com proprietário da empresa I L Negócios que ficou de se posicionar sobre o teor da postagem, mas até agora nada respondeu. Continuamos no aguardo. 




CNPJ da Empresa I L Negócios


segunda-feira, 9 de maio de 2022

Abrigo Sob Nova Direção


 

Calma! Desta vez não se trata de perseguição política, e – ao que parece – nem a prefeita Belezinha pretende colocar um irmão para explorar a concessão pública. Inaldo Caldas está encerrando sua atividade como titular do Abrigo Central por questão de saúde e um empresário de sucesso no ramo de bares e restaurantes é apontado como futuro responsável pelo Bar mais tradicional de Chapadinha.

Entre 2013 e 2016, Inaldo foi tirado do Abrigo por conta de processo movido por Belezinha em seu primeiro mandato e o irmão da gestora conhecido por Galo ficou alguns dias à frente do bar, até ser retirado por sentença do Tribunal de Justiça do Maranhão favorável ao Inaldo.

Apesar das tentativas Belezinha perdeu a reeleição sem conseguir tirar Inaldo do Abrigo, que ali ficou até o último sábado quando anunciou sua saída. Nesta nova gestão Belezinha já havia declarado que não mexeria com o Inaldo.

Agora, a prefeita Belezinha teria despachado parentes e eleitores seus interessados em ocupar o Abrigo e já teria batido o martelo em favor de um reconhecido empresário do ramo, alguém capaz de melhorar o serviço e revitalizar o tradicional ponto de encontro dos chapadinhenses.    

Vamos torcer para que assim seja!!!


quarta-feira, 4 de maio de 2022

Belezinha Manda Projeto Parcelando Débito do IPC sem Revelar Valor, Tote Diz que Montante pode Chegar a 25 Milhões


 

A prefeita Belezinha mandou um projeto de lei (nº 003/2022) pedindo autorização da câmara para parcelar débitos do Instituto de Previdência de Chapadinha IPC sem informar o montante do débito, nem a quantidade ou valor de cada parcela a ser paga.

Além do projeto sem as informações quanto a valores, a prefeitura ainda pediu regime de urgência para a aprovação do projeto. De acordo com vereadores da base do governo a prefeitura precisa do parcelamento para celebrar operações de crédito e convênios com outros órgãos e argumentaram que a aprovação garantiria pagamentos a aposentados.

Já a oposição estranhou a falta de dados do projeto, lembrou que outros parcelamentos foram feitos no passado e tais parcelamento anteriores não resolveram o problema da inadimplência do município com a previdência social.

Vera Lembra Lei Falsa

No momento em que falava pela liderança da oposição a vereadora Professora Vera/PTB lembrou que na primeira gestão Belezinha vou denunciada por utilizar lei falsa e não aprovada pela câmara para realizar parcelamento de débito.

Tote fala em 25 Milhões de Débitos

Nas considerações finais o presidente Antonio Tote/Avante declarou que o débito pode chegar a 25 milhões de reais, o que exigiria o debate mais aprofundado pela do pedido de urgência da prefeitura.

As comissões começam a analisar o assunto hoje e o projeto deve ser votado na sessão desta quinta-feira, 05 de maio.      

quarta-feira, 13 de abril de 2022

Prefeitura Troca Peixes por Cestas Básicas e Gera Revolta


 

Ao trocar a entrega de pelo menos 30 toneladas de peixes, numa tradição de mais de 20 anos – incluindo os 4 anos do primeiro mandato de Belezinha (2013 a 2016), pela distribuição de 5 mil cestas básicas, a prefeitura acabou sendo alvo de insatisfação e comentários negativos.

De acordo com postagem da página da prefeitura a própria prefeita alegou problema de logística para não distribuir peixes. “Sabemos que a entrega de peixe é uma prática tradicional, mas a logística de distribuição é bem mais complicada, sem falar que a cesta, que tem itens variados, a família consome os alimentos por um período maior, enquanto o peixe tem duração de menos dias”, declarou a Prefeita Belezinha.




A quantidade de cestas muito aquém do necessário para uma cidade do tamanho de Chapadinha fica estampada com a comparação de Vargem Grande que entregou 8 mil cestas e 6 mil quilos de peixes e Anapurus que contemplou sua população com 10 mil cestas e 10 mil quilos de peixes, enquanto Chapadinha ficou em 5 mil cestas muito contestadas em seu conteúdo e pelo valor pago.


Detalhes das Cestas da Prefeitura


De acordo com os documentos oficiais a cesta da prefeitura saiu por R$ 59,99 a unidade e contém: 01 Kg. de Açúcar, 02 Pacotes de Arroz, 01 Pacote de Biscoito, Café Moído - pacote de 250g; 01 Kg. Feijão Carioca, Pacote de Leite 250g; Macarrão 500g; Massa de Cuscuz; 01 Lata de Sardinha; Óleo de Soja, embalagem de 300 ml. Uma lista de itens bem abaixo da cesta vendida a unidade pelo Supermercado Mateus que sai por R$ 55,54.

Cesta do Mateus: Melhor e Mais Barata


As cestas que a prefeitura comprou às milhares (de conteúdo e qualidade inferior) têm preço maior que uma unidade comprada diretamente no supermercado. A diferença no preço e outras questões relativas às licitações somam-se ao mar de suspeitas acerca de negócios da prefeitura. Já o desgaste da troca do peixe pelas cestas precárias e humilhantes já são favas contadas com áudios impublicáveis contra a prefeita rolando nos grupos de whatsapp.    

quinta-feira, 7 de abril de 2022

Recém-Inaugurada: Estrutura da Escola Rodrigues Lobo Desaba

Estrutura Desaba na Rodrigues Lobo

 

Sabe aquelas reformas caríssimas de ótima qualidade segundo a propaganda da prefeitura? Começaram a dar problemas. Uma estrutura da (recém-inaugurada) Escola Sebastião Rodrigues Lobo veio a baixo no final da tarde de ontem, 06 de abril. 

Felizmente o desabamento aconteceu quando não havia ninguém no prédio, mas foi considerável o risco que passaram professores e crianças porque a parte que veio ao chão fica logo na entrada do colégio e poderia machucar muita gente.

Inauguração da Rodrigues Lobo 10 dias Atrás


A reforma da Rodrigues Lobo custou 861 mil reais e foi tocada por empresa que seria de um aliado político do ex-secretário Aluísio Santos, um ex-vereador de Vargem Grande conhecido como Diegão da Madereira.

Para saber maiores detalhes sobre a queda da estrutura e para apurar o vínculo do político com a obra, o blog entrou em contato com Diegão que disse estar em Chapadinha e que iria procurar o responsável técnico para repassar maiores informações.

Até o momento a Secretaria de Educação, nem a Prefeitura divulgaram nota sobre o ocorrido e a Comunicação da Prefeitura adota como prática não responder a nossos pedidos de pronunciamentos.   

861 Mil Reais Gastos na Reforma da Escola


Maranhãozinho, Aluízio e Diegão