sábado, 16 de janeiro de 2021

Covid-19 - Secretário de Saúde Diz Que Adiou Live por Problema com Senha de Banco


 

Depois de adiar a Live que estava marcada para esta sexta-feira, dia 15, sem mencionar os motivos e após matéria desde blog questionando o fato, o secretário de saúde Richard Wilker ocupou suas redes sociais para falar do assunto.

Segundo ele, a Live não aconteceu porque as senhas de banco de sua pasta sofreram atrasos na liberação. “Perguntaram porque a Live programada para hoje foi adiada e eu respondo, tivemos um atraso na liberação de nossas senhas de acesso como gestor, porém assim que foi deferida, nós não poderíamos deixar de pagar nossos servidores que estão há mais de dois meses sem receber seus salários por irresponsabilidade de administrações anteriores”, disse o secretário.

O adiantamento dos servidores da saúde referente a janeiro 2021, que foi acordado entre prefeitura e sindicato como forma de atenuar os efeitos do atraso referente a dezembro 2020, começou a ser pago na tarde de ontem o que seria impossível sem senha bancária.

O secretário só não conseguiu foi explicar a relação do problema com as senhas bancárias com o anúncio de medidas contra a covid-19, nem porque precisa ele de mais quatro dias depois da solução do problema das senhas para falar ao povo sobre a pandemia.  


sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

“Gestão Apegada a Desculpas”, Vereadora Mônica Repudia Nota da Prefeitura


 

A vereadora Mônica Pontes /PV usou as redes sociais para repudiar uma nota oficial da prefeitura que tenta envolve-la com descumprimento de acordo entre prefeitura e sindicato. Abaixo a íntegra da nota.   

"Apanhada de surpresa por uma nota oficial da prefeitura, apontando a não assinatura por parte de “uma vereadora” na ata de posse da prefeita Ducilene Belezinha como um dos motivos para não cumprimento de acordo com sindicato e posterior montagem com minha imagem junto ao banner da nota, venho esclarecer:

1 – Por não estar familiarizada com os ritos da posse, deixei assinar a ata mesmo estando presente à sessão do dia 1º de janeiro, cumprindo meu dever assinei a referida ata no primeiro dia útil após a sessão solene, na segunda-feira, dia 04 de janeiro;

2 – Querer me responsabilizar por atraso nos compromissos da administração que se inicia, tendo assinado a tal ata 11 dias atrás, além de absurdo, indica uma gestão apegada a desculpas, justificativas infundadas e em responsabilizar terceiros por suas falhas;

3 – Lamento, por fim, que se utilize uma nota oficial para difamar uma parlamentar, sem declinar seu nome – colocando em suspeitas todas as mulheres vereadoras de Chapadinha – transformando a comunicação governamental em mera divulgadora de futricas.

Vereadora – Mônica Pontes"

Covid-19: Prefeitura Adia Live de Secretário por 4 dias e Não Esclarece Motivos


 

Anunciada na manhã de hoje, a live do secretário de saúde Richard Wilker que aconteceria às 20 horas desta sexta-feira, dia 15, foi adiada sem qualquer menção aos motivos do cancelamento.

“Informamos que a Live que ocorreria hoje (15) com o Secretário Municipal de Saúde, Dr. Richard Wilker, foi adiada para a próxima terça-feira (19). Pedimos desculpas pelo inconveniente gerado e contamos com a compreensão de todos!” disse a nota da página da prefeitura no Facebook.

A transmissão que era pra ser a primeira oportunidade para esclarecimentos relativos ao enfrentamento da covid-19 acabou adiada sem justificativa e para daqui quatro dias, gerando mais dúvidas e intranquilidade para a população.   


Prefeitura Divulga Primeiro Boletim Epidemiológico de 2021


 

A prefeitura acaba de divulgar o boletim da Vigilância Epidemiológica que contabilizou 3.307 diagnósticos positivos de covid-19 desde o início da pandemia. São 12 ativos, 05 pessoas hospitalizadas, 2.668 descartados, 3.222 curados e 76 óbitos confirmados e 01 suspeito.

O número de testes realizados não foi divulgado.

 


Sem Boletim ou Anúncio de Medidas, Chapadinha entra na Nova Fase da Covid-19 às Escuras


Com casos de covid-19 explodindo em todo Brasil, indicando com clareza que as medidas de enfrentamento desta nova onda não podem esperar, a população de Chapadinha não tem boletim epidemiológico desde de 20 de dezembro, não sabe a composição ou funcionamento do Comitê Municipal de Prevenção e Combate ao Covid-19, uma medida de cancelamento de festas e aglomeração não passou de especulação da mídia e não se tem conhecimento de nenhuma medida local efetiva sobre a emergência sanitária.

Informações levantadas pelo blog junto a profissionais de saúde sugerem um aumento de casos em nossa rede de hospitalar, em São Luís a taxa de ocupação de leitos já chega a 70% e mortes relacionadas à doença voltaram a ser registradas em Chapadinha.

O blog buscou informações junto a secretaria de comunicação que nos informou que a prefeitura deve publicar um boletim epidemiológico nos próximos dias, deve haver um pronunciamento oficial da secretaria de saúde e ainda hoje deve sair definição sobre cancelamento de festas e outros medidas e informações sobre o combate à covid-19 em Chapadinha. 

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Hemonúcleo e Policlínica para Chapadinha: Deputada Thaiza e secretário Lula dialogam sobre melhorias para o Baixo Parnaíba


A deputada estadual Dra. Thaiza Hortegal (PP) se reuniu nesta quinta-feira (14) com o secretário de estado da saúde, Carlos Eduardo Lula, para falar de melhorias para o Baixo Parnaíba, especificamente a regional Chapadinha.

Para a parlamentar, foi uma oportunidade estreitar o diálogo sobre a região e sugerir ações específicas, entre elas a ampliação do serviço de hemodiálise e a implantação de uma Policlínica em Chapadinha.

"Levei para o secretário muitas demandas em relação ao Hospital Macrorregional de Chapadinha, referência da região para muitos municípios. Sugeri mudanças e melhorias, como a ampliação do serviço de hemodiálise. Outra necessidade é de um hemonúcleo para melhor atender as demandas da média e alta complexidade, e solicitei diretamente ao secretário Carlos Lula a implantação de uma policlínica em Chapadinha. Saí muito satisfeita do nosso diálogo e disposta a estar lado a lado com o secretário trabalhando fortemente pela saúde do Baixo Parnaíba", disse Dra. Thaiza.

Anapurus

A saúde é um dos carros chefes na gestão da prefeita reeleita professora Vanderly (PCdoB), que também se reuniu hoje com a deputada Dra. Thaiza. "Me coloquei à disposição da professora Vanderly, onde sei do seu forte trabalho na área da saúde e estarei somando forças para Anapurus avançar ainda mais. Assim que voltarmos as atividades na Assembleia Legislativa, estarei destinando emendas para aquisição de aparelho de Raio-X no município", declarou a deputada. 


O Atraso dos Salários dos Servidores e as Pulitricas de Setores da Mídia Regional


 

O inegável fato de que a maioria dos prefeitos não reeleitos ou que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas terem deixado de pagar grande parte do funcionalismo público em cada município tem gerado uma crise de coerência nos blogs da região.

Em Mata Roma, por exemplo, tem página que diz que a ex gestão deixou dinheiro em caixa e usou banner da FAMEM que demonstra que o recurso citado só estará na conta no final deste mês. Já em Chapadinha, sobre o mesmíssimo caso e de acordo com o mesmo blog, Magno deu calote e o recurso apontado pela FAMEM não teria relação com pagamento de servidores.

O exemplo mais desconcertante foi de outro blog, um que serviu ao ex-prefeito Maurício Fernandes e passou a exigir que o prefeito Wallas Rocha de São Benedito do Rio Preto dê um jeito de pagar os servidores com 14 dias de governo tendo a gestão anterior deixado São Benedito na mesma situação de Mata Roma e Chapadinha.

Uma coisa é indagar o que será feito com os resíduos de recursos de 2020 que cairão nas contas dos município em 31 de janeiro de 2021, outra bem diferente é pressionar gestores novos antes de 15 dias de governo sobre uma situação não gerada por eles.

Wallas, Besaliel e Belezinha estão no mesmo barco com relação ao tema dos salários deixados atrasados pelos antecessores, trata-los de forma diferente demostra que são setores da mídia regional que estão passando recibo de incapacidade ou de má-fé mesmo.