quinta-feira, 26 de março de 2020

Coronavírus: Saúde de Chapadinha Monitora 71 Pessoas



Além dos 5 casos considerados suspeitos de contágio pelo coronavírus, a Vigilância Epidemiológica de Chapadinha monitora outras 71 pessoas na área do município.

De acordo com nota da página da prefeitura no Facebook, são 34 moradores de Chapadinha que tiveram contado com algum dos 5 suspeitos e 37 pessoas que chegaram de outros estados ou do exterior.     

Segundo o informe da prefeitura nenhum dos 71 monitorados desenvolveu a doença ou apresenta sintomas até o momento.

sexta-feira, 13 de março de 2020

A Quem Interessa tirar Danúbia do Jogo?



Nenhuma personagem da política de nossa cidade foi mais combatida e injuriada que a ex-prefeita Danúbia Carneiro e disso toda a Chapadinha sabe, mas o que poucos perceberam é que ela sofreu o golpe mais duro de toda a sua trajetória (pasmem!) por ação de pessoas de dentro de seu grupo político.

Uma sucessão de intrigas bem produzidas acabaram gerando o afastamento de Danúbia do jogo político. Sem entrar em minúcias para não ultrapassar limites familiares em torno da relação entre ela e Magno e para evitar detalhes que favoreceriam adversários, a pergunta que não quer calar é: a quem interessa Danúbia fora do jogo político de 2020?



Quando Danúbia era prefeita, justamente no início de seu governo, em abril de 2009, houve orquestração para atritá-la com o então ex-prefeito Magno e ela – no momento mais crítico – não só repeliu qualquer esboço neste sentido, como manteve-se fiel até o fim. Agora que a situação se inverte, Danúbia merece que alguém lhe faça justiça e  registre sua importância como de um grito de alerta em favor da unidade do grupo.
   
Naquele 2009 tratei Danúbia e Magno como aqueles irmãos que nascem grudados e sem chance de separação, como símbolo de que o desligamento deles seria a morte política de ambos (clique aqui pra ler o texto da época), com base na mesmíssima lógica - ainda que correndo risco de virar alvo das forças ocultas internas - ouso cravar aqui: tirar Danúbia do jogo foi obra de quem vem tentando manipular o governo e apenas finge ser amigo do Dr. Magno.

domingo, 8 de março de 2020

Mônica Pontes e o Triunfo da Humildade



Há pouco mais de três anos, fiz uma aposta intuitiva e parece que acertei. Recém nomeada sem graduação na área médica, sem outras experiências ou apadrinhamento de grupos políticos e de família humilde, a secretária Mônica Pontes foi muito atacada por dentro e por fora do governo foi quando disse: “A Saúde Pública tem problemas complexos no Brasil inteiro, há decisões equivocadas, a autonomia é limitada e muitas mazelas ainda aparecerão por aqui, mas a forma como a secretária Mônica tem encarado o desafio nos dá esperança na mesma medida em que derruba preconceitos e exalta o esforço dos humildes”, escrevi, em julho de 2017.  

Agora, prestes a entregar a pasta para disputar cargo eletivo, Mônica é de longe a secretária melhor avaliada do governo Magno e sua receita foi exatamente a simplicidade. Sem negar os problemas ou colocar culpa em terceiros, bem articulada com o prefeito Magno, Mônica ampliou a rede e melhorou os serviços ao ponto de transformar o “Calcanhar de Aquiles” do passado em vitrine da gestão.

Se o poder do cargo transitório subia à cabeça de alguns, Mônica mais reforçava a humildade: nunca criou ou tomou parte em intrigas ou conspirações internas, jamais tentou emparedar o prefeito pra ficar no cargo e (na parte que mais me toca) de forma alguma buscou a mídia e a comunicação oficial justificar fracassos, para ocultar mazelas ou para se promover pessoalmente.

Enquanto o padrão medíocre procura mostrar serviço apenas para o prefeito como sustentação de cargo, há quem trabalhe pela melhoria dos serviços para o povo e Mônica Pontes é uma destas pessoas.

Sobre o futuro ninguém sabe... Mas, no presente – e isso eu já posso dizer – o passado de Mônica como secretária se encerra deixando a Saúde de Chapadinha bem melhor que encontrou.  

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

TSE: Calafrios de Belezinha e a Esperança de Paulo Neto



Não tem como negar que a reabertura do processo de compras de voto que pode culminar com exclusão de Belezinha da disputa eleitoral colocou em polvorosa a Turma da Funil e encheu de esperança a galera de Mata Roma que faz tempo tem sede em Chapadinha.

O pânico de Belezinha é justificado pelo recuo do mesmo ministro Barroso que tinha absolvido a ex-prefeita em julgamento individual e agora resolveu atender o Ministério Público e a Procuradoria Eleitoral chamando os demais juízes da corte suprema eleitoral para apreciar o caso.

Em suas próprias palavras, o ministro Barroso considera mais que comprovada a compra de votos em 2016, reconhece que o ex-secretário Aluísio propôs e chegou a entregar material de construção em troca de votos e apoio a então prefeita. No processo ficou claro que os materiais de construção usados no crime saíram da loja de Belezinha, com filmagens, documentos e um conjunto de provas irrefutáveis. 

Relembre os fatos: 

Aluízio é Flagrado Prometendo Emprego e Comprando Voto Pra Belezinha



Promotoria Confirma Compra de Votos e Pede Que Belezinha e Aluízio Fiquem Fora das Eleições Até 2024



O peso desse volume de provas dificilmente passará impune pelos sete ministros do TSE e é isso que desanima Belezinha e empolga Paulo Neto, que – já tendo transferido o título para Chapadinha – espera substituir Belezinha como candidato a prefeito de Chapadinha. 

Desta forma param as movimentações e a política entra em compasso de espera do veredicto do Tribunal, deixando para depois a possibilidade de mudanças e fortes emoções.

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

A Régua que Belezinha Mede Neto Pontes e a Tolerância de Magno



O pessoal ligado a ex-prefeita Belezinha na política e na imprensa segue usando a tolerância que é traço da personalidade política do prefeito Magno Bacelar para lançar suspeitas contra o vereador Neto Pontes em sua disposição de manter candidatura a prefeito.

Crítico contundente de Magno Bacelar, foi só o vereador Neto despachar ex-prefeita para virar alvo de seus partidários sob o argumento de que o parlamentar seria refém do governo por conta de vínculos profissionais de familiares seus com a gestão.

Para tanto usam até o fato de a mãe do parlamentar ser secretária do governo, como se a ex-vereadora Irmã Hilda, que sempre teve destacada militância política e é liderança respeitada entre os evangélicos, não tivesse gabarito para ser nomeada e mantida no cargo independentemente da posição partidária do filho. Um desrespeito!

Se na gestão anterior mera cordialidade ou conversas educadas com pessoas que discordavam da então mandatária poderiam terminar em suspeitas e até demissões, Magno já demonstrou que não usa a mesma régua de Belezinha. Magno não age com o fígado, não conserva rancores e não retalia familiares de adversários. Tanto é assim que temos exemplo de agora mesmo, quando o prefeito manteve o blogueiro Foguinho e o próprio filho de Paulo Neto na folha de pagamentos, mesmo depois do anúncio da adesão do deputado ao grupo adversário.

A carga contra o vereador Neto Pontes só pode ser entendida como recibo de perda de votos com sua independência, já que se for pra desconfiar de quem o prefeito Magno Bacelar mantém na folha porque se nega a perseguir, a lista do “rabo preso” vai aumentar muito.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Aliados de Belezinha Recebem Paulo Neto com a Lembrança do Vídeo do Fantástico




O que era pra ser uma entrada triunfante, algo capaz de consolidar Paulo Neto como fiel da balança da vitória de Belezinha, o anúncio do acordo entre os dois acabou não conseguindo empolgar e há sinais que até tenha tido efeito contrário e dividido a oposição.

Exemplo disso é que hoje a página TV Baixo Parnaíba, pertencente a Zezinho Lima, ex-secretário de trabalho do governo Belezinha, amanheceu divulgando o famoso vídeo do Fantástico sobre supostos esquemas nas prefeituras do eixo Mata Roma/Anapurus ligadas a Paulo Neto.

Mesmo que alguns atritos sejam naturais enquanto as coisas se acomodam, vamos convir que colocar um vídeo tão desagradável ao novo aliado não seja mensagem apropriada de boas-vindas.  



segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Qual o Jogo de Paulo Neto?



Toda aliança eleitoral é motivada por interesses entre as partes envolvidas, todos precisam ganhar porque ninguém faz acerto político de graça, assim é o jogo. 

Este ano o interesse mais fácil de perceber é o do deputado Paulo Neto: deixar Mata Roma com a esposa e se transferir para Chapadinha em busca de conquistar ele próprio a prefeitura.

Como (por diversos fatores) isso não é possível no momento, Paulo Neto vai escolher quem melhor facilitaria sua entrada para dominar Chapadinha a partir de eleições futuras. E sua cartada é independente de vitória em 2020, podendo inclusive ser o contrário.

Explico.

Ganhando Belezinha ou Magno as chances de Paulo Neto e a turma de Mata Roma mandar em Chapadinha é zero. Tendo apoiado Belezinha em 2012 e vendo a então prefeita lhe virar as costas, em 2014, para apoiar Zé Inácio pelas conveniências do INCRA, Paulo também sabe que não conta com apoio de Belezinha pra sua reeleição de deputado estadual em 2022.

É por isso que o melhor caminho para Paulo Neto entrar em Chapadinha é apostar em quem ele avalie que não vai ganhar este ano para herdar o grupo estruturado rumo a 2024. Diferente disso, ele apenas marca passo ou tá enxergando sozinho uma jogada genial.