segurança

segurança

segunda-feira, 14 de março de 2016

Belezinha Aumenta Verba de Emissora Para Impedir Transmissão das Sessões da Câmara


Durante os anos de 2013 e 2014 a população de Chapadinha se acostumou a acompanhar as sessões da Câmara pelas duas emissoras de Rádios locais (Mirante AM e Cultura FM), desde então o governo Belezinha deu inúmeras provas de desconforto com a publicidade dada à fala dos vereadores, especialmente os da oposição.

No processo de eleição da mesa diretora entidades fizeram pressão e obtiveram de Márcia Gomes / PP e Irmão Carlos /PSDC o compromisso com a continuidade das transmissões. Eleita presidente Márcia procurou a Rádio Mirante que disse não ter mais interesse em manter contrato com o legislativo para continuar a transmitir, ficando mantida a Rádio Cultura no papel de divulgadora das sessões.

Na época os parlamentares atribuíram a desistência da Mirante também a aumento de verbas da prefeitura e a emissora nunca negou o fato.

Agora no início dos trabalhos de 2016 os vereadores Nonato Beleco / PDT e Eduardo Braga / PT constataram que a Cultura havia parado as transmissões e enquanto indagavam a presidente Márcia a respeito, ouviram do vereador Marcelo Menezes / PRP (que tem laços familiares com os administradores da Cultura) que a prefeita Belezinha teria proposto aumento de 11 mil reais na verba destinada a emissora com a condição da suspensão das transmissões dos trabalhos do parlamento.

Indagada a respeito pelos vereadores a presidente Márcia disse que entraria em contato com a direção da Cultura para saber o que estaria acontecendo. Ouvida pelo blog Márcia declarou não ter tido resposta ainda e reforçou a desconfiança no boicote. “Tá me cheirando que tem algo por traz”, disse.

Procurado, o empresário Vagner Pessoa, administrador da Cultura, disse que câmara nunca formalizou contrato com a emissora e que com a prefeitura já trabalha há 3 anos. “Queria fazer um contrato com a Câmara, mas nunca fizeram. Tenho um (contrato) com a prefeitura faz 3 anos e o compromisso é de 4, compromisso velho”, explicou empresário. 

Os vereadores, por certo, irão debater o assunto que promete polêmica, mas a população não vai acompanhar pelo Rádio este e outros temas de seu interesse, já que a prefeita Belezinha parece calar mais algumas vozes na base da grana, coisa que nem a ditadura conseguia com toda sua força.          


Nenhum comentário: