segurança

segurança

quarta-feira, 16 de março de 2016

Bira Confirma Pré-Candidatura em São Luís


Entusiasmado, o deputado Bira destacou que volta para a Assembleia com extrema alegria porque honra ainda mais com cada um dos 38.829 votos, assumindo o cargo para o qual foi eleito. “Volto com extrema alegria, volto com todo entusiasmo para ajudar esta Casa continuar representando bem o povo do Maranhão, mas volto também na condição de pré-candidato a Prefeito de São Luís”, adiantou.

O socialista esclareceu que foi convidado pelo PSB a sair candidato a prefeito pelo partido. “Eu não pedi para ser candidato a Prefeito. Foi o partido que me procurou e me chamou para essa tarefa. Me coloquei ã disposição desde o ano passado. Eu, em hipótese alguma, posso recuar desse nosso pleito”, contou.

Para Bira, há nele uma grande gratidão capital maranhense por ter acolhido a ele, ainda com cinco anos de idade, e sua família quando chegou da cidade de Pindaré-Mirim – interior do estado.

“Conheço essa cidade como a palma da minha mão. Ninguém precisa me contar os problemas de São Luís, porque eu conheço porque vivi na pele. Sei o que é estudar numa escola pública, sei o que é frequentar um hospital público, sei o que é enfrentar um ônibus lotado meio dia para ir para a casa ou para ir para o trabalho, sei os problemas da segurança pública. Tudo isso nós conhecemos, não porque alguém contou, mas porque eu vivi com toda intensidade e me orgulho muito”, afirmou.

Sobre a movimentação da deputada Eliziana Gama para entrar no PSB, o parlamentar questionou o que está por trás da intenção. Bira revelou que Gama sequer dialogou com ele ou qualquer liderança estadual do partido.

“Até agora não se deu ao trabalho sequer de me dar um telefonema quando ela foi candidata à prefeita de São Luís e não tinha ninguém para apoiá-la, ninguém. Ela não conseguia ninguém para apoiar. O único, a única liderança política que se colocou ao lado dela fui eu. E fui ajudá-la como, aliás, eu nunca ajudei ninguém politicamente na minha vida”, revelou ao se referir as últimas eleições para prefeito da capital, quando coordenou sozinho a campanha de Eliziane. Elaborou textos, escreveu roteiros, editou os vídeos e ajudou inclusive no plano de governo.

“Portanto, eu não posso crer de maneira alguma que a Deputada Eliziane Gama aceite uma situação como essa. Porque é de um desrespeito tão grande que eu não consigo imaginar que uma pessoa seja capaz de fazer isso. Estou deixando claro que não acredito que ela vá aceitar essa orquestração e eu diria até esta conspiração contra a minha candidatura em São Luís do Maranhão”, concluiu o socialista, frisando que a deputado federal tem o direito de ser candidata a prefeita e que ele respeita, mas recomendou que ela viabilize a candidatura pelo próprio partido – até mesmo em respeito a quem a acolheu, ou que busque um partido onde é desejada.

O deputado Othelino Neto (PCdoB), em aparte, se posicionou favorável ao posicionamento de Bira e também recomendou que Eliziane Gama busque um partido que a deseja e tenha respeito pelos antigos aliados.

“Ela de fato tem legitimidade para pleitear a Prefeitura de São Luís. Ela está filiada ao REDE e tem alternativas. Certamente seria um gesto muito negativo se a Deputada Eliziane confirmasse ou aceitasse o suposto convite que dizem ter sido feito pelo Senador Roberto Rocha – que espero que não tenha feito.

Espero que o Senador respeite as instâncias partidárias e espero que a Deputada Eliziane dispute por onde está ou por algum outro partido, respeitando o projeto do PSB, que eu vi pela imprensa a sua pré-candidatura reafirmada pelo diretório estadual na presença dos dirigentes, do presidente estadual, do prefeito Luciano Leitoa”, concluiu o comunista.

Nenhum comentário: