quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Secretário-Geral Abandona Assembleia, Advogado do SINDCHAP Defende Prefeita e Categoria Faz Plenária no Meio da Rua

Servidores Reunidos no Meio da Rua 

Naquela que já está sendo chamada pelos servidores de Assembleia da Vergonha, a Assembleia Geral do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Chapadinha, que aconteceu na noite de ontem (13), na sede do SINDCHAP teve de tudo: secretário-geral deixando a reunião para tratar de assuntos pessoais, advogado da entidade defendendo a prefeita, servidores deixando o local em sinal de repúdio e realizando nova reunião no meio da rua.

Advogando Pra Prefeita
A professora e blogueira Jane Andrade transcreve em sua página da internet trecho da fala do advogado Francisco Bispo que – tratando da denúncia de contratados ilegais e em grande volume – deixaria claro a intensão de defender a prefeita, supostamente por orientação da direção do SINDCHAP. “Ontem(13) em assembleia realizada pelo SINDCHAP, o advogado da entidade senhor Bispo disse que: "O ônus da prova cabe a quem acusa" ou seja, os funcionários públicos teriam que formar uma comissão, visitar as escolas e colher provas de que existem contratados da prefeitura nas escolas e em outros setores, elaborar um documento para ser levado a cada um dos vereadores e também teríamos que encaminhar a prefeita ofício solicitando que ela atendesse a comissão e os representantes do SINDCHAP para tratar do assunto”, disse a professora Jane Andrade, alertando que quando a prefeita recebesse a categoria após todo esse trabalho, já seria tarde demais.

Advogado Bispo Falando na Assembleia 

A Fuga do Secretário-Geral
Para perplexidade dos servidores presentes o secretário-geral Enedilson Santos, deixou a assembleia ainda no começo alegando que tinha problemas de ordem particular para resolver. Enedilson Santos, que também preside o conselho que deveria fiscalizar o FUNDEB, teria dito precisar ir até sua propriedade na Zona Rural acompanhar uma obra e saiu da plenária debaixo de muita contestação da categoria.

Assembleia na Rua
Ainda de acordo com a professora Jane Andrade a revolta dos servidores com a direção do sindicato que os deveria representar foi manifestada com uma Assembleia realizada no meio da rua , em frente à sede da entidade. “Insatisfeitos os associados se retiraram do SINDCHAP e continuaram a assembleia no meio da rua”, relatou a professora.

Mobilização
A plenária paralela – independente da participação da direção do SINDCHAP – deliberou por mobilizar a categoria dos servidores e sensibilizar a comunidade em geral pelo o pagamento imediato do 13º, abono, outros interesses específicos da categoria, deflagrar luta por mais vagas no concurso e contra a terceirização.

Palavras de Ordem da Mobilização:

CABE A VOCÊ DESCRUZAR OS BRAÇOS E NÃO PERMITIR QUE MAIS ESSE DESMANDO ACONTEÇA EM NOSSA CIDADE.

VOCÊ QUE ESPERA E QUE QUER MAIS VAGAS NESSE CONCURSO, QUE É CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO DE CARGOS, FAÇA SEU CARTAZ E COMPAREÇA A CÂMARA MUNICIPAL.


O POVO PRECISA EXERCER O PODER QUE TEM!

Com fotos e informações do Blog da Professora Jane

Um comentário:

Vero Justus disse...

Êita esculhambação!!!!!!