quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Belezinha e a Verdade que Pode Afastar a Suzano

Prefeita Belezinha e André Dorf do Grupo Suzano


Se com as próprias dificuldades financeiras a manutenção dos investimentos da Suzano em Chapadinha já estava difícil, depois de uma trama que envolveu a ex-prefeita Danúbia, a atual Ducilene Belezinha, o secretário Luís Fernando e o executivo André Dorf (do grupo Suzano), a vinda da gigante do papel e celulose agora é quase impossível.

A prefeita Belezinha contou durante a reunião com os vereadores na segunda-feira (18 de fevereiro), que André Dorf manteve contato perguntando se ela estaria disposta a manter os compromissos assumidos por sua antecessora, que se resumiria em isenção fiscal e construção de uma estrada (que incluía obra de uma ponte de cimento) ligando a fábrica com a sede do município e uma linha de alta tensão.

Belezinha respondeu que iria se informar a respeito e depois manteria contato o executivo paulista. A prefeita teria contado aos vereadores que ouviu da ex-prefeita Danúbia e do secretário Luís Fernando que ela deveria manter a promessa independente de o município ter ou não condições de construir estrada, ponte e rede elétrica. A ideia era deixar a Suzano erguer sua indústria e depois – não havendo outro jeito – teria que fazer tais obras por conta própria.

A prefeita Ducilene garantiu aos vereadores que jamais compactuaria com a enganação e respondeu ao “manda chuva” da Suzano que o município não poderia bancar os custos, que o governo do estado também não tinha interesse e teria revelado detalhes da conversa com Danúbia e Luís Fernando.

A sinceridade da prefeita Belezinha pode servir de desculpa para desistência da Suzano e para a perda de milhares de postos de trabalho anunciados. Como eu nunca acreditei nestes empregos e sempre questionei os impactos ambientais do projeto e a forma como a empresa paulista trata os pequenos agricultores locais, acho que a prefeita fez muito bem em falar a verdade.

E você, caro leitor, o que acha disso?

4 comentários:

HENRIQUE DINIZ disse...

Corretíssima a posição dela!! Essa Suzano também não me engana,é uma nuvem de gafanhoto! Só vem usar nossa terra e depois cai fora, deixando a devastação pra trás!! Só quer lucrar e nada mais!!

João Crisóstomo Castro disse...

Concordo com o comentário do Sr.: Henrique Diniz, na realidade esses forasteiros empregam 10 gatos pingados e pagam salários irrisórios e o lucro é todo enviado para ser investido no Sul e Sudeste.

João Crisóstomo Castro disse...

Está de parabéns a Prefeita de Chapadinha, por essa decisão, e concordo integralmente com o comentário do nobre Henrique Diniz, na realidade esse argumento de emprego em massa é só engôdo, empregam alguns gatos pingados pagando baixissímos salários e o principal que é o lucro eles enviam para desenvolver ainda mais as suas regiões de orígem, ou seja, Sul e Sudeste.

Nailson disse...

Bem, li em um jornal em teresina em que o diretor da suzano diz que estão de passagem pelo maranhão e pelo piauí e que esta passagem é longa (50 anos ou mais)... Dependendo dos impactos causados ao ambiente, na minha opinião com relação aos agricultores locais, considero positiva a estadia da suzano aqui em nossas terras, é tempo o bastante para a cidade se desenvolver, seriam beneficiados muitas pessoas e isso implicaria na aceleração do desenvolvimento da cidade. Chapadinha tem muita terra boa, mas de que adianta possuir terras produtivas e não utilizá-las? Isto é apenas a minha opinião.